Jornal do Brasil

Acervo

Físicos russos criam programa que melhora radicalmente eficiência de extração de petróleo

Jornal do Brasil

Cientistas da Academia Russa de Ciências e da Universidade Estadual de Moscou desenvolveram um software livre para calcular a permeabilidade de modelos 3D de formações geológicas. O programa permite uma melhoria significativa na eficiência da exploração de depósitos de hidrocarbonetos.

Muitos países produtores de petróleo em todo o mundo possuem grandes depósitos de recursos de hidrocarbonetos não mais acessíveis devido à exploração ineficiente. Por regra, quanto mais um campo de petróleo é explorado, mais difícil se torna explorar hidrocarbonetos. Este problema é exacerbado quando as empresas não tentam calcular a dinâmica em mudança dentro desses poços.

Agora, físicos e geólogos do Instituto de Geosfera Dinâmica, do Instituto de Física da Terra, da Universidade Estadual de Moscou e seus parceiros de pesquisa da Arábia Saudita e da Austrália desenvolveram um novo programa baseado em um algoritmo testado para melhorar a eficiência de extração calculando a dinâmica de mudanças ao longo do tempo e tendo em conta suas propriedades físicas flutuantes durante o uso.

O programa aproveita uma ideia matemática desenvolvida por cientistas soviéticos na década de 1950 através de uma variação no chamado "método de diferenças finitas". O algoritmo do programa quebra o modelo unidades chamadas voxels, que têm suas próprias propriedades físicas e afetam o fluxo de óleo e outros líquido. O modelo permite uma simplificação dramática dos cálculos.

Os físicos testaram seu algoritmo usando amostras de rochas contendo óleo extraídos de um reservatório próximo da cidade siberiana de Tyumen. Os testes mostraram que o algoritmo tem precisão equivalente a programas tradicionais que requerem poder de computação maciço. Porém, ao contrário de softwares de modelagem tradicional, que exige recursos computacionais somente disponíveis em supercomputadores, o software dos físicos russos pode ser executado em um computador comum ou mesmo em um laptop.

De acordo com os cientistas, seu programa certamente se tornará útil não só para o setor de petróleo, mas também para engenheiros geológicos, hidrogeólogos, cientistas do solo e outros especialistas cujo trabalho requer cálculos associados à permeabilidade de ambientes porosos.

O programa foi disponibilizado gratuitamente para qualquer pessoa que esteja interessada. Uma descrição geral do algoritmo e seus princípios serão publicados na edição de maio da revista científica Computers & Science.



Tags:

Recomendadas para você