Jornal do Brasil

Acervo

Bolsas de NY fecham em direções opostas em dia volátil

Jornal do Brasil

As bolsas de valores dos Estados Unidos não apresentaram direção definida nesta quinta-feira (22), em um dia de sessão volátil, influenciada pela alta consistente do petróleo e pelo mau desempenho de bancos e companhias de tecnologia. 

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,66%, aos 24.962,48 pontos; o S&P 500 subiu 0,10%, para 2.703,96 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 0,11%, aos 7.210,09 pontos. 

Nesta quinta o Nasdaq registrou sua quarta sessão seguida de perdas. Enquanto isso, o Dow e o S&P fecharam em alta na segunda sessão seguida. As ações estão vendo dificuldades em se recuperar diante de um cenário de juros elevados, com investidores preocupados com a possibilidade de taxas maiores afetar a valorização e aumentar os custos de empréstimo para as empresas. 

Dos 11 setores do S&P 500, apenas os de saúde e financeiro fecharam com perdas, nesta quinta-feira, recuando 0,15% e 0,78%, respectivamente. O destaque ficou com os setores de energia e imobiliário, que ganharam 1,08% e 1,14%, respectivamente. 

As petroleiras foram beneficiadas por uma alta consistente do petróleo, de mais de 1,2%, diante do recuo dos estoques da matéria-prima nos EUA. A queda das reservas é um alívio para o mercado, uma vez que o aumento da produção americana vinha invalidando os esforças da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de cortar a produção para equilibrar os preços. 

Como resultado, A ExxonMobil viu seus papéis avançarem 1,30%, enquanto a Chevron fechou em alta de 0,76%. 

O índice Nasdaq variou bastante e chegou a recuar 0,26%, mas no final da sessão atenuo as perdas. A Alphabet, dona do Google, caiu 0,42%; a Apple subiu 0,84%; Intel caiu 0,30%.

Fonte: Estadão Conteúdo



Tags:

Recomendadas para você