Jornal do Brasil

Acervo

Vice de Trump esteve prestes a se reunir com norte-coreanos, diz jornal

Encontro teria sido cancelado pela delegação de Pyongyang

Jornal do Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, estava pronto para se encontrar com representantes da Coreia do Norte durante os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, na Coreia do Sul, mas a reunião foi cancelada de última hora.

Pence partira para as Olimpíadas com um acordo secreto para se reunir com Kim Yo-jong, irmã de Kim-Jong-un, e com Kim Yong-nam, o chefe de Estado simbólico do país asiático. No entanto, menos de duas horas antes do encontro, a delegação de Pyongyang desistiu.

A informação é do jornal The Washington Post, que cita fontes do gabinete do vice-presidente dos EUA. De acordo com o diário, o cancelamento foi confirmado após Pence ter denunciado o desrespeito aos direitos humanos por parte da Coreia do Norte e as ambições nucleares do regime de Kim Jong-un.

A viagem do vice de Donald Trump foi pintada pelo seu gabinete como uma tentativa de combater a suposta intenção de Pyongyang de usar os Jogos de Inverno como propaganda, descrevendo o cancelamento da reunião como um sinal de sucesso da missão.

O lugar escolhido para o encontro era a "Casa Azul", residência oficial do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, que serviria de mediador. O cara a cara teria sido organizado após a Agência Central de Inteligência (CIA) informar à Casa Branca que os norte-coreanos queriam se reunir com Pence.

O objetivo não seria abrir negociações entre os dois países, mas sim "exprimir a dura posição" dos EUA em relação ao projeto armamentista de Kim Jong-un. 



Tags:

Recomendadas para você