Jornal do Brasil

Acervo

Após mais um jogo sem gols, Dorival descarta cobrar reforços e prevê oscilação no São Paulo

Jornal do Brasil

O técnico Dorival Júnior admitiu a necessidade de reforços para o São Paulo. A afirmação foi feita logo após o empate sem gols diante do Novorizontino, na noite deste sábado, em pleno Morumbi. O treinador, contudo, não atribuiu os maus resultados neste início de temporada ao elenco tricolor e pediu paciência com o trabalho.

"Contratações são necessárias, mas não vou justificar resultados por isso. Minha função é trabalhar com o que tenho em mãos. A diretoria sabe o que penso do grupo, temos garotos promissores, mas que carecem de tempo e adaptação. Precisamos ter paciência", analisou.

Dorival já avisou que quer mais dois pontas para compor o plantel. O clube vê como difícil a vinda de Marinho, ex-Vitória e Cruzeiro e atualmente no Changchun Yatai, da China, e estuda ainda a possibilidade de trazer o garoto Carlos Eduardo, do Goiás. Dorival, no entanto, descarta cobrar reforços da diretoria. Até o momento, foram contratados o goleiro Jean, o meia-atacante Diego Souza e o zagueiro Anderson Martins.

"Temos necessidades, nunca escondi isso, porém não vou ficar pressionando em razão de não ter tido esses nomes que gostaríamos. O treinador tem que valorizar aqueles que aqui estão. Não tenho dúvidas de que acertaremos a equipe, é questão de tempo", assegurou.

Com apenas um ponto ganho e nenhum gol marcado em dois jogos, o São Paulo ocupa momentaneamente o segundo lugar do Grupo B do Estadual, mas pode virar lanterna com os resultados deste domingo.

Ciente da difícil situação, Dorival ainda prevê o time oscilando até atingir o desempenho ideal. O próximo compromisso de seus comandados é o duelo com o Mirassol, fora de casa, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela terceira rodada do Paulista.

"Quando tivermos a equipe preparada, não tenho dúvidas de que os resultados vão aparecer. Até lá, vamos oscilar bastante. A realidade é essa. Temos que diminuir esse tempo de oscilação, mas não vou esconder essa realidade", concluiu.



Tags:

Recomendadas para você