Jornal do Brasil

Acervo

Bahia corre risco de desmanche após fim do Brasileirão

Jornal do Brasil

Para continuar sonhando com uma vaga na libertadores - caso o Flamengo seja campeão da Copa Sul-Americana - o Bahia encontra o São Paulo , adversário direto desse objetivo. Mas a última rodada do Campeonato Brasileiro também pode marcar a saída de muitos jogadores do Tricolor baiano. Com um elenco que se destacou individualmente, é provável que ocorra um desmanche após a fim da temporada.

O Bahia tem pelo menos oito nomes no time titular que podem deixar o clube. Entre eles há uma lista de jogadores que são emprestados e têm vínculo com outros clubes. São eles Renê Júnior, que é da Ponte Preta e interessa o Corinthians; o volante Edson, emprestado pelo Fluminense até o fim do ano; Mendonza, que tem vínculo com o campeão brasileiro Corinthians, mas o time paulista indica que poderia envolver ele em negociação com o próprio Bahia; além disso Allione, pertencente ao Palmeiras, deve retornar ao Verdão com a chegada de Roger ao comando.

Somando-se aos empréstimos, alguns atletas do Bahia que se destacaram na temporada levantaram interesse de grandes times e podem ser comprados. O goleiro Jean pode já ter destino certo, já que o São Paulo já vem conversando com o jogador. Zé Rafael, um dos melhores do time, é preterido no Corinthians e no Santos. Por fim, o lateral esquerdo Juninho Capixaba foi especulado no Palmeiras, apesar de negar qualquer contato com o clube paulista.

Em breve o Bahia vai passar por eleições presidenciais, que consequentemente adia qualquer negociação ou venda diretas com o clube. O atual presidente, Marcelo Sant'Ana, garantiu que em seu mandato não tratará de nenhum negócio de compra ou venda. "Enquanto for presidente, não existe mais nenhuma, zero venda de atletas. Como também não existirá mais compra de atleta. A tinta da minha caneta esgotou para o tema compra e venda de atletas", afirmou o presidente.



Tags:

Recomendadas para você