Jornal do Brasil

Acervo

Anitta escala bailarinos portadores de necessidades especiais e retruca críticas

Ela chegou a ser acusada de "querer aparecer": "Chamar atenção mesmo, pra um assunto importante"

Jornal do Brasil

Depois de incluir, em sua equipe, algumas bailarinas plus size, Anitta novamente chamou atenção ao apresentar, nessa semana, seu novo balé. O grupo da poderosa é uma verdadeira homenagem à diversidade: entre os novos dançarinos, que já estreiam de cara no Prêmio Multishow, na próxima terça-feira, 24, estão Felipe Campus, bailarino e modelo plus size, Beatriz da Rocha Ribeiro, dona de casa, Camille Rodrigues, atleta paralímpica da seleção brasileira de natação, Vanessa Abreu, bailarina e cadeirante e Felipe Rodrigues, dançarino e portador de Sindrome de Down.

Nos bastidores, gravados pela própria cantora em suas redes sociais, Felipe aparece contando a novidade e, em seguida, dançando a música "Paradinha". "Tá feliz que vai ser meu bailarino novo? Já decorou tudo? A Arielle tá te ensinando direitinho? Está feliz que vai ser dançarino oficial agora? Que mara, hein? Eu amei", brincou Anitta. "Vou ficar na frente contigo", disse ele, que já é famoso na Internet, por conta de vídeos dançando as músicas da ídola em seu canal “Dance com Felipe”. 

A iniciativa de Anitta, claro, foi muito elogiada. Alguns, porém, acusaram a poderosa de querer aparecer, mas ela logo resolveu se pronunciar sobre o assunto e rebateu um comentário que dizia que ela estava "querendo chamar atenção de todo jeito". "Depois as pessoas ainda perguntam por que o Brasil não anda bem. Estou doida pra chamar atenção mesmo... pra um assunto muito importante que o nosso povo quase não dá atenção", respondeu.

"Pessoas assim têm limitações. Mas não é impossível de trabalhar. É preciso adequar agenda, estrutura local, custos, limitações de cada um para estar dentro de um show inteiro... A gente tenta ajustar tudo isso pra passar uma mensagem legal. Pra permitir que pessoas 'invisíveis' trabalhem com uma coisa que gostam. E ainda tem que ler uma coisa dessas. É de chorar", lamentou.



Tags:

Recomendadas para você