Jornal do Brasil

Acervo

Carlos Arthur Nuzman

Jornal do Brasil

Em que crime está tipificada a justificativa de uma prisão de quem tem dinheiro ou barra de ouro no exterior? Qual o crime ou em que artigo de qualquer dos códigos está a razão de uma prisão de quem sonega, esconde ou tenta proteger seu patrimônio de forma que contraria a lei fiscal? Desde quando esses que infringem essa lei oferecem risco à segurança pública? Por que o Comitê Olímpico Internacional (COI) afastou Carlos Arthur Nuzman? Por ter corrompido seus pares do COI? 

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) deveria fazer uma reflexão para analisar se, em outros momentos, países também não conseguiram desta forma - comprando membros do COI - a sua escolha como sede de Olimpíadas. Ou esse senhor acredita que Nuzman fala uma língua que não era entendida no Comitê Olímpico Internacional? 

Se Nuzman precisou apelar para esse recurso, é porque esse sempre foi o recurso que se aplicava para conseguir ser sede de Olimpíada.

O ex-presidente do COI Juan Antonio Samaranch assumiu a presidência do Comitê após o governo franquista, "planejando" conquistar a Olimpíada para Barcelona, com antecedência o indicou para ser embaixador da Espanha junto à então União Soviética. Sendo embaixador na União Soviética, faria um lobby Deus sabe como para conquistar todos os países do bloco soviético que votavam no COI para que a Olimpíada fosse em Barcelona. 

Com este feito, chegou à presidência do COI, onde ficou de 1980 a 2001 - tão longevo quando João Havelange na Fifa. Esse senhor se aproximou de Havelange, que também era membro do COI, não por outra razão senão para que o brasileiro lhe ajudasse a também levar a Copa do Mundo de 82 para Madri. E ele ainda levou Carlos Arthur Nuzman para o COI.

Não se conhece na Espanha nenhuma punição dada a Samaranch. Pelo contrário, recebeu todas as honrarias do governo espanhol.

No lugar de afastar o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o COI deveria fazer uma auto reflexão para promover uma alteração total em seus carcomidos dirigentes, que claramente sempre devem ter falado o dialeto que Nuzman usou para, em beneficio do Brasil, trazer a Olimpíada para o Rio.

O que sempre se leu e se ouviu de todos os segmentos da sociedade foram elogios e manifestação de extrema felicidade com a vinda dos Jogos de 2016 para o Rio. Não será um governante ladrão e um empresário que estranhamente a Interpol - de grandes conquistas na busca de bandidos no exterior - ainda não encontrou que vão tirar os méritos da Olimpíada no Brasil.

Se os empresários que pagaram para que a Olimpíada viessem para o Brasil não declararam o Imposto de Renda, a ajuda que deram para esse sucesso é um problema de crime fiscal. Se o COB usou o dinheiro da lei Piva ou de qualquer outro artifício criminoso, aí sim Nuzman tem de ser punido. 

Suas peripécias fiscais são crimes que a Receita Federal tem de corrigir com multas que claramente vão amargar o erro que cometeu. Mas ser preso? 

Como diz o próprio COI que tem membros corrompidos, não se pode descartar a presunção da inocência. 

Se realmente cometeu crime, que seja punido com o rigor da lei, mas não com as arbitrariedades que infringem a lei.



Tags:

Recomendadas para você