Jornal do Brasil

Acervo

Telecom Italia prevê investimentos e aumento dos lucros no Brasil

Jornal do Brasil

Agência EFE

ROMA - A companhia telefônica italiana Telecom apresentou hoje seu plano industrial para o triênio 2007-2009, e entre seus objetivos estão o reforço das atividades no Brasil e a possível aquisição do controle da Telecom Argentina em 2009.

Sobre a Brasil Telecom, o grupo informou que para o próximo triênio estão previstos investimentos em torno de 2,4 bilhões e um aumento de mais de 15% nos lucros em 2007, além de um crescimento anual destes de, em média, 10% entre 2006 e 2009.

Para a Brasil Telecom espera-se que o resultado bruto de exploração (Ebitda) aumente 23% em 2007 e 28% em 2009.

Ao apresentar o plano industrial, o executivo-chefe da Telecom, Carlo Buora, disse hoje que, em 2007, a empresa 'superará a Vivo (atual líder de mercado no Brasil) em todos os parâmetros'.

A Telecom comunicou hoje que a partir de 2009 poderá reforçar sua presença na América do Sul, já que conta com a possibilidade de adquirir o 'controle, através de 'call options' (opções de compra), da Sofora Telecomunicaciones, a holding que controla a Telecom Argentina e a operadora de telefonia celular Telecom Personal'.

"Com esta consolidação, a Telecom lideraria os dois principais mercados da América Latina', afirma a companhia em comunicado.

Buora disse ainda que espera que neste triênio as atividades no exterior gerem 30% dos lucros, 48% vindo dos clientes e 24%, do Ebitda.

Após a recente aquisição da AOL na Alemanha, a Telecom prevê um lucro de ¬ 1,6 bilhão para a Europa, podendo alcançar os 2,2 bilhões em 2009, e com um aumento do Ebitda de 14% este ano e de 22% no final do triênio. Os investimentos serão de ¬ 1,2 bilhão.

Ao todo, o plano industrial da Telecom prevê que os investimentos industriais entre 2007 e 2009 serão de 15 bilhões.

Enquanto o crescimento dos lucros do grupo no triênio 2007-2009 será de entre 1% e 2%, também está prevista uma queda de entre 2% e 2,5% do Ebitda e de entre 2,5% e 3% do resultado líquido de exploração (Ebit).

A telefônica italiana também informou que está prevista a redução do endividamento financeiro, 'que permanecerá constantemente inferior a três vezes o Ebitda anual'.

Na quinta-feira, a Telecom Italia informou os resultados de 2006, nos quais foi registrado um lucro líquido de ¬ 3,014 bilhões, representando uma queda de 6,3% em relação a 2005.



Tags:

Recomendadas para você