Jornal do Brasil

Acervo

Treze fósseis procedentes do Brasil são confiscados em Paris

Jornal do Brasil

EFE

PARIS - A Alfândega francesa anunciou nesta sexta-feira o confisco de 13 répteis aquáticos fossilizados da Era Primária procedentes do Brasil e destinados à Alemanha, em uma carga inspecionada no aeroporto parisiense de Roissy-Charles de Gaulle.

Os fósseis têm um valor estimado em mais de 100 mil euros, segundo comunicado da Direção Geral de Alfândegas.

A descoberta foi feita no último dia 7 em uma carga que deveria conter livros religiosos, mas que na realidade transportava placas rochosas com os fósseis.

Um especialista do Museu de História Natural confirmou que se tratava de fósseis de 'Mesosaurus Brasiliensis', um pequeno réptil aquático do fim da Era Primária encontrado geralmente no sul do Brasil.

- O especialista ressaltou o caráter excepcional das peças, tanto por sua qualidade como por seu estado de conservação, indicou.

Os alfandegários franceses confirmaram com seus colegas brasileiros que o tráfico deste tipo de material é contrário à legislação do país sobre exportação de bens culturais.

A França restituirá os fósseis ao Brasil, de acordo com um convênio que prevê a devolução dos bens culturais roubados ou exportados ilegalmente



Tags:

Recomendadas para você