Jornal do Brasil

Acervo

Rio Amarelo fica vermelho e Pequim tem poluição recorde

Jornal do Brasil

Agência JB

PEQUIM - É a segunda vez que o Rio Amarelo, segundo maior do país, sofre contaminação em 30 dias

PEQUIM. A poluição do ar na capital da China atingiu nível recorde na terça-feira, aumentando a pressão do país para limpar Pequim, que sediará a Olimpíada de 2008. No mesmo dia, parte do Rio Amarelo, berço da cultura chinesa, ficou vermelho pela segunda vez em 30 dias.

O ar de Pequim foi considerado perigoso a alerta mais gritante do Centro Chinês de Monitoramento do Meio Ambiente no período de 24 horas registrado até a meia-noite de terça-feira. Por dois dias, a cidade ficou coberta por um nevoeiro espesso, que reduziu a visibilidade a poucas centenas de metros e causou o atraso de pelo menos 80 vôos.

A organização também revelou que as emissões de gases pela indústria continuaram a subir nos nove primeiros meses do ano.

A China se comprometeu a reduzir a poluição do ar até os Jogos Olímpicos, mas enfrenta o aumento do poder aquisitivo da população que não pára de comprar carros que emitem gás carbônico.

Entre julho e setembro, um em cada três dias foi classificado como poluído em Pequim e outras 15 grandes cidades. De acordo com a Agência Estatal de Proteção ao Meio Ambiente, a condição afetou a saúde física e psicológica de 15 milhões de pessoas .

Mas a poluição não se restringiu ao ar. Ontem, um quilômetro do Rio Amarelo ficou vermelho perto de um parque infantil em Lanzhou, capital da província de Gansu, no Noroeste do país. Acredita-se que o fenômeno foi causado pelos dejetos de uma usina que fornece água quente para os prédios da cidade.

De acordo com um funcionário de uma organização de defesa do meio ambiente da região, a indústria adicionou um tinta para prevenir que a água seja reutilizada. A composição da tinta está sob investigação.

No fim de outubro, um derramamento semelhante aconteceu na mesma parte do rio. A causa não foi determinada. O Rio Amarelo é considerado poluído pela agência estatal de meio ambiente.

Em julho, a China revelou o plano de desviar água do rio como uma fonte de emergência de água potável para os 2,5 milhões a mais de pessoas que devem chegar à capital para a Olimpíada de 2008. Ambientalistas criticam o projeto por causa da poluição em algumas partes do rio.

O Rio Amarelo já foi considerado o desgosto da China , por suas enchentes catastróficas. Hoje, ele é fonte de água para mais de 150 milhões de pessoas e de irrigação para 15% das fazendas do país.

Mas o rio está secando. No mês passado, um documento mostrou que sua profundidade caiu a níveis históricos pela falta de chuva e clima quente.



Tags:

Recomendadas para você