Jornal do Brasil

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018 Fundado em 1891
Hildegard Angel

Colunistas - Hildegard Angel

Borbulhando na Fiorentina com o Urso de Berlim, a Palma de Ouro e 3 Oscars

Jornal do Brasil

ELE É CONSIDERADO o Caravaggio do cinema. Assim como o pintor renascentista, Vittorio Storaro é celebrado pela luz fantástica que obtém nos filmes que faz... O DIRETOR DE fotografia italiano, vou avisando, prefere ser chamado de cinematografista, pois considera que “diretor” deve ser usado apenas pelo diretor do filme propriamente dito... RECENTEMENTE, realizou com Woody Allen três filmes seguidos, havendo entre os dois artistas enorme afinidade profissional... SEU FILME Wonder Wheel (Roda Gigante), Allen fez em apenas seis semanas, trabalhando só cinco dias por semana, e suas sequências, na maior parte das vezes, foram filmadas uma só vez. No máximo, duas. Um monstro para se trabalhar... ESSAS REVELAÇÕES, Caravaggio, ops!, Vittorio Storaro fez ao cineasta brasileiro Sergio Rezende, na longa mesa da Fiorentina, no jantar que o celebrava... GENTE DE CINEMA em todas as direções. Barretão e Lucy, José Joffly, a produtora Marisa Leão, Paulo Betti, Mario Abbade.... TODOS REVERENCIANDO o mestre genial, considerado o maior dos maiores diretores de fotografia da história do cinema. Aquele que “escreve com a luz”. E “Escrevendo com a luz” é a mostra sobre sua obra inaugurada no MAM, onde ontem ele deu uma máster class em sala superlotada... NO JANTAR DA Fiorentina, na parede atrás do homenageado e do anfitrião, Omar Catito Peres, a presença de outro cineasta, a foto do saudoso Anselmo Duarte, com sua Palma de Ouro emoldurada. Ao lado, um Urso de Berlim, de Ruy Guerra, numa caixa de acrílico... STORARO, GANHADOR de três Oscars, por Apocalypse Now, Reds e O Último Imperador, deixou ali seu autógrafo junto à Palma de Anselmo, inaugurando assim as assinaturas da “parede da fama”... O GÊNIO DA LUZ veio ao Rio trazido pela produtora brasileira radicada na Itália Cristina Marques, CEO da Oberon. Ele viaja com a mulher, o filho Giovanni e a nora... HOSPEDAM-SE TODOS, com Cristina, no Copacabana Palace, hotel em que ela fica desde sempre, pois seu pai morou 10 anos no Anexo... A OBERON, de Cristina, é uma empresa de media líder na produção de conteúdos audiovisuais 4K-HD / HDR (equipamentos de altíssima definição), tecnologias próprias para televisão e cinema, filmando e transmitindo óperas, shows, concertos, eventos esportivos, jogos de futebol etc... CRISTINA, jovem, muito bonita, tem 20 anos no setor, com portfólio recheado de projetos internacionais, óperas, documentários e organização de festivais internacionais... UM DOS SEUS PLANOS é produzir um filme no Brasil. Falamos sobre isso... STORARO TEM o mesmo sonho: filmar no Brasil o romance de um italiano que viveu no Rio de Janeiro nos anos 40... E QUANDO Luiz Carlos Barreto mencionou sua amizade com Bertolucci, Storaro lembrou dele para dirigir o filme... PRONTO, A ficha técnica já estava decidida: co-produçao Cristina Marques e os Barretos, cinematografia de Storaro, direção Bertolucci. Pode ser, pode não ser. Pode não passar de sonho de uma noite de outono na Fiorentina, entre copos de tinto e pizza bianca. Mas assim já tiveram início grandes produções. O cinema brasileiro que o diga... 

BETTY FARIA, LUCY BARRETO E MARISA LEÃO
VITTORIO STORARO E OMAR CATITO PERES

------

APÓS LUTA de seis meses, foi resolvida a questão dos direitos autorais de Cecília Meirelles, com novo contrato por mais sete anos com a Editora Global, e muito bem remunerado. O neto da poetisa, que geria os direitos, foi condenado a prestar contas, sendo devedor de cerca de R$ 3 milhões à tia, a atriz Maria Fernanda. Mais um tento do advogado Roberto Halbouti.

-------

Com João Francisco Werneck



Tags: caderno b, caravaggio, cultura, hildegard, omar catito peres

Compartilhe: