Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Joana Balaguer critica sucesso do hit "Que tiro foi esse?"

"A gente está numa época que luta para ter segurança, quer paz, não queremos armas"

Karina Kuperman

Morando em Portugal, a atriz Joana Balaguer, que ficou conhecida do grande público em 2005 em "Malhação", quando integrava um triângulo amoroso com os personagens de Thiago Rodrigues e Fernanda Vasconcellos, usou as redes sociais para opinar sobre o sucesso do hit "Que tiro foi esse?", de Jojô Toddynho. "Gente, preciso falar sobre uma coisa que está entalada aqui. Eu nem ia falar porque eu sou zero de polêmica, confusão, enfim... Só que ontem antes de dormir eu vi alguns vídeos da música do tiro. As pessoas fazendo filmagem levando tiro, caindo e tal. Eu fiquei pensando onde é que a gente vai chegar, nos valores, né? Ok que é uma música super viral, fica na cabeça, eu fui dormir com a música na cabeça, acordei com a música na cabeça. Toda hora eu estou cantando. É uma música que entra na cabeça, eu adoro funk. Quem me conhece sabe que eu amo funk, sempre gostei", ponderou, antes de explicar sua opinião.

Joana em 2005, ao lado de Thiago e Fernanda

"Só que a gente está numa época que a gente luta para ter segurança, a gente sai do nosso país para ter segurança, a gente quer paz, não queremos armas. E a gente faz vídeo como se estivesse levando tiro. Eu fico imaginando... Eu falei para o meu marido, ele não queria acreditar. Ele falou: 'eu não queria nunca que meu filho crescesse nesse meio'. Imagina as festas infantis todo mundo dando tiro e fingindo que está morrendo? Não está falando de pessoas que não tem acesso à informação. Eu fico imaginando os pais que já perderam filhos por bala perdida, pessoas que já morreram levando tiro e os outros brincando com isso. Realmente ou a gente chegou num momento do Brasil que a gente está muito... Tipo, ok, então para quê carro blindado? Então para quê falar contra o desarmamento? Para quê falar contra a violência contra as favelas, os tiroteios? Eu não ia falar nada, eu ia ficar quieta. Mas estava me dando muita aflição. Porque eu acho que enquanto pessoas públicas a gente tem que também fazer as coisas certas, para a gente poder dar o nosso parecer do que a gente acha certo. Eu estou parada, pronta para sair, e antes de dirigir eu falei: 'eu preciso dar a minha opinião sobre isso'. Um beijo e bom dia para vocês", disse ela, que está grávida de Gaia e já é mãe de Martin, de três anos, frutos do casamento com o empresário Paulo Miguel Palha de Souza.

Vale lembrar que a música viralizou com memes e "mortes" de fãs e celebs. Luciano Huck, Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank e outros famosos entraram na brincadeira e publicaram vídeos em que aparecem dando "tiros" e caindo no chão.



Tags: armas, atriz, bruno gagliasso, crítica, funk, giovanna ewbank, hit, joana balaguer, jojô toddynho, karina kuperman, luciano huck, malhação, música, opinião, paz, pessoas, públicas, que tiro foi esse, segurança, tiroteios

Compartilhe: