Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Depois de polêmica por direitos autorais,  Aguinaldo Silva escreverá "O sétimo guardião"

A trama voltou à fila do horário das 21h, mesmo após o autor jurar que não a escreveria mais

Karina Kuperman

Mais uma reviravolta no caso "O sétimo guardião". Ao que parece, Aguinaldo Silva voltará a escrever a trama que ocupará a faixa das 21hs da TV Globo. Explicamos: em outubro desse ano, a emissora carioca surpreendeu ao cancelar a produção e encomendar uma nova sinopse ao autor. Isso porque o projeto vinha sendo alvo de um ex-aluno da escola de roteiros de Aguinaldo, que reinvidicava a autoria da trama e ameaçava entrar na Justiça caso seu nome não fosse exibido nos créditos. As negociações de cessão de direitos levaram Aguinaldo e a TV Globo a desistirem de "O sétimo guardião" e o autor chegou a publicar em seu blog que "nunca mais sequer escreverei o título" da "novela descartada".

Aguinaldo Silva e seu aluno Silvio Cerceau, que reinvidica os direitos autorais de "O sétimo guardião"

Ele, então, correu contra o tempo para finalizar a sinopse de um novo projeto, que levou o titulo de "Enquanto o Lobo não vem", e marcaria sua volta ao realismo fantástico, gênero que se caracteriza por pessoas e situações extraordinárias, como fez em "A Indomada", de 1997. Mas a Globo analisou que fato de a nova sinopse apresentar um personagem que some e depois reaparece poderia à mesma história do protagonista da novela de João Emanuel Carneiro, "De volta para casa", que antecederá a do autor, então, a trama de "O sétimo guardião" voltou a ser cogitada. A emissora avaliou que a reivindicação do ex-aluno do autor não teria efeito jurídico para impedir a produção.

A decisão? "O sétimo guardião" volta à grade. Aguinaldo já comunicou a decisão a Silvio de Abreu, diretor de teledramaturgia diária da emissora, em reunião nesta segunda, 11, de acordo com o colunista Daniel Castro. Além de Marina Ruy Barbosa e Lilia Cabral, que já estavam no elenco antes mesmo de a novela ter sido confirmada, a produção contará com Alinne Moraes, Elizabeth Savalla, Flávia Alessandra, José Loreto, Marcelo Serrado, Osmar Prado, Renata Sorrah e Viviane Araújo. A direção geral será assinada por Rogério Gomes.

Por enquanto, Aguinaldo segue com previsão de estreia para outubro de 2018. O autor entraria no horário das 21h substituindo "O outro lado do paraíso", de Walcyr Carrasco. No entanto, com a confusão, ele acabou remanejado para depois de "De volta para casa", de JEC. Vale lembrar, ainda assim, que existe a possibilidade da Globo antecipar a estreia do folhetim de Aguinaldo, já que "O outro lado do paraíso" pode ser encurtada, fazendo a fila de próximas novelas se adiantarem. É esperar para ver.



Tags: aguinaldo silva, autor, autorais, de volta para casa, direitos, dramaturgia, emissora, enquanto o lobo não vem, joão emanuel carneiro, karina kuperman, o outro lado do paraíso, o sétimo guardião, silvio de abreu, sinopse, trama, tv globo, walcyr carrasco

Compartilhe: