Jornal do Brasil

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Vera Fischer rebate fama de "problemática" e diz: "As melhores novelas do mundo eu que fiz"

A atriz contou, ainda, como fazia para fugir dos "testes do sofá": "Sou espertinha"

Karina Kuperman

Longe das novelas desde que atuou em "Salve Jorge", de Gloria Perez, em 2013, Vera Fischer tem vontade de voltar às telinhas. Pelo menos foi o que ela contou ao jornalista Pedro Bial durante um bate-papo descontraído no "Conversa com Bial". A atriz lamentou o fato de estar afastada há tanto tempo dos folhetins dos quais e lembrou do grande sucesso no passado. "Eu quero voltar a fazer novelas. As melhores novelas do mundo eu fiz, quer dizer todos fizeram, Regina Duarte fez, todos fizeram! Mas as que eu fiz foram lindas, o público gostou muito, foi ibope, foi sucesso. Acho que o Silvio tinha que olhar e dizer assim: ‘essa moça vai para o teatro todos os dias na hora certa, se arruma, tem público, viaja o Brasil todo. Por que dizem que ela chega atrasada? Por que dizem que ela dá problemas? Ela não dá! Então Silvio, dá um toque aí no povo!”, disse, referindo-se à Silvio de Abreu, diretor de teledramaturgia da TV Globo.

Pedro Bial recebeu Vera Fischer
Pedro Bial recebeu Vera Fischer

Mas Vera já se prepara para um novo trabalho: ela viverá Hebe Camargo na série "Assédio", que abordará a vida do ex-médico Roger Abdelmassih, dirigida por Amora Mautner. "Gosto de ser dirigida e não tenho a pretensão de dirigir. A Amora é danada, não perdoa não. Diz: 'faz de novo', 'faz de novo'. Alguns diretores deixam passar, ela não deixa", contou.

Em outro momento, a loira lembrou das diversas cantadas que recebeu e confirmou que o famoso teste do sofá existia: “Tanto no cinema quanto na TV recebi cantadas, mas sou espertinha. Fazia coisas terríveis com eles, falava ‘não vai dar hoje, chegou a menstruação, é muito sangue’. Ou dizia que tinha uma doença lá. A pessoa nunca mais olhava na minha cara”, entregou, aos risos. 

A beleza da atriz, que chegou a ser Miss Brasil, sempre chamou atenção, e ela contou que se cobra até hoje por conta disso. "Eu me cobro sempre, o tempo todo, muito mais do que os outros. Existe uma cobrança geral comigo”, disse ela, que não pensa em se submeter ao bisturi. "Dá pra negociar com o tempo sem fazer plástica na cara. Na cara nunca fiz e não quero, mas tenho horror de me olhar no espelho e achar que chegou a hora. Botox fiz uma vez, achei que não deu resultado e doeu para caramba", confessou ela, que foi além: "Quero morrer com mais de 102 anos. Quero morrer com a idade de Dona Canô (mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia)”, disse. "Você pegou pesado. Você abusou de drogas, de álcool...", chegou a dizer Bial. Mas Vera garantiu: "Estou inteira. Mais saudável do que nunca".

Vera Fischer na época de "Laços de Família"
Vera Fischer na época de "Laços de Família"

No ano passado, Vera Fischer entrou nas redes sociais e chamou atenção com posts humorados, mas agora ela dispensou o uso de celular. "Não tenho mais. Não tenho celular. Para que? Eu tenho um telefone em casa. Quem quiser deixar recado, deixa. Gente, pensa só, uma mulher linda com vestido de noite, vai em uma festa com aquela bolsinha chamada clutch, que só cabe a chave e o cartão de crédito, e celular na outra mão? Que deselegante. Parece que está carregando um aparelho de televisão. Muito deselegante", opinou ela, que, apesar disso, mantém as redes sociais ativas por meio do computador.

Tags: alcool, amora mautner, assédio, beleza, caetano veloso, conversa, difícil, drogas, estética, fama, hebe camargo, karina kuperman, maria bethânia, miss brasil, morte, novelas, pedro bial, regina duarte, silvio de abreu, sofá, série, teste, vera fischer

Compartilhe: