Jornal do Brasil

Quinta-feira, 21 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Novo caso: Ed Westwick é acusado de estupro pela segunda vez e divulga nota

Depois de Kristina Cohen, outra mulher, Aurélie Wynn, revela ter sido abusada pelo ator

Apenas alguns dias depois de a atriz Kristina Cohen publicar um relato em que acusava Ed Westwick de tê-la estuprado, o ator é alvo de uma nova denúncia. Aurélie Wynn revelou que também foi abusada pelo intérprete de Chuck, da série "Gossip Girl". Segundo ela, o estupro aconteceu em julho de 2014. Na época, ela namorava Mark Salling, ator da série "Glee", que foi condenado à prisão por posse de pornografia infantil. Ao contar o que havia acontecido, o ator teria terminado o namoro e afirmado que o estupro aconteceu por culpa dela. “Estava com uma amiga em uma casa com o cara que ela saía, um ator do elenco de ‘Glee’. Ele dividia apartamento com Ed. Ficamos acordados até cinco da manhã, mas decidimos dormir porque tínhamos compromissos nesse dia", contou.

Aurélie Wynn acusa o ator de tê-la abusado sexualmente

Assim como Kristina, Aurélie também dormia. "Eu disse não e ele empurrou meu rosto para baixo, me senti sem forças. Eu estava usando um maiô, que ele rasgou. Eu fiquei em choque, sou muito pequena. Quando tinha acabado, descobri que a mulher que estava com o grupo durante a noite tinha saído ou havia sido expulsa", contou ela, que, na época, foi aconselhada a não levar a história a público. “As pessoas iriam achar que eu queria meus dez minutos de fama”, lamentou. 

O depoimento de Aurélie Wynn

Vale destacar que, na última quarta-feira, 8, a primeira acusação de estupro contra o ator virou caso de polícia: Kristina Cohen prestou queixa e, em uma cópia do relatório, obtida pelo "Deadline", é possível ler que “o suspeito forçou a vítima a ter relações sexuais dentro de sua residência… há três anos”. Segundo a publicação, duas testemunhas também se pronunciaram em apoio às alegações da atriz.

Ed Westwick se defendeu nas redes sociais. "É desanimador e triste para mim que, como resultado de duas acusações não verificadas, por redes sociais e sem provas de veracidade, há algumas pessoas neste ambiente que concluem que eu tive algo a ver com uma conduta tão vil e horrível. Eu absolutamente não tive e estou cooperando com as autoridades para que possam limpar meu nome o mais rápido possível“, escreveu ele, que, diante da primeira acusação, já havia se pronunciado: "Não conheço essa mulher. Nunca me forcei a fazer qualquer coisa desse tipo ou qualquer outra mulher. Eu certamente não cometi um estupro", chegou a dizer.



Tags: abuso, assédio, aurélie wynn, caso, chuck bass, defesa, depoimento, ed westwick, estupro, glee, gossip girl, história, hollywood, karina kuperman, kristina cohen, mark salling, mulher, nota, polêmica, polícia, sexo, sexual, vontade, vítima

Compartilhe: