Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Dos campos para as telinhas: Bruno Cabrerizo se prepara para protagonizar "Tempo de Amar"

O ator já foi jogador de futebol no Flamengo e no Botafogo e morou em diversos países

Ele saiu de sua terra natal para conseguir um emprego no exterior, deixando para atrás a família e os amigos. Cresceu como profissional durante os anos que ficou distante, conhecendo novas pessoas e criando laços. Este é o início da história do protagonista Inácio Ramos na nova novela das 18h, Tempo de Amar, e também de Bruno Cabrerizo, ator responsável por dar vida ao personagem. Será a primeira vez que os brasileiros poderão ver de perto o trabalho de Bruno, sendo o mesmo uma das maiores apostas da emissora. Na telinha, Inácio é um rapaz simples que mora com sua tia em um vilarejo português dos anos 20. Sem ter um emprego fixo, aceita um cargo temporário no Brasil e precisa partir rumo ao Rio de Janeiro. “O Inácio é trabalhador, focado e luta pelos seus sonhos. Acaba se apaixonando por Maria Vitória, uma mulher muito à frente de seu tempo. A garota o incentiva a aceitar o trabalho e afirma que irá espera-lo. Apesar de estarem nos anos 20, esse é um tema muito atual”, garantiu o ator Bruno Cabrerizo sobre os problemas de distância que muitos casais enfrentam atualmente. Assim como seu personagem, as despedidas também fazem parte da vida do ator o que o emociona por receber, em sua terra natal, um personagem tão semelhante a ele. “O Bruno e o Inácio possuem trajetórias de vida muito semelhantes. Ele saiu de seu país para fazer a vida lá fora e agora está voltando a casa”, afirmou o diretor artístico da novela, Jayme Monjardim.

Bruno Cabrerizo
Bruno Cabrerizo

No entanto, a razão de Bruno permanecer fora do Brasil foi o trabalho, algo muito diferente da debilidade que seu personagem irá sofrer. Quando chega ao Rio, Inácio descobre que será pai e ganha uma passagem para regressar à Portugal. No entanto, as vésperas do embarque, é assaltado e espancado o que causa uma cegueira temporária que o impede de voltar. Para Maria Vitória, o boato é que ele teria sido morto. Ainda vivo, o personagem recebe os cuidados de Lucinda, interpretada por Andreia Horta, que se apaixona por ele e acaba inventando que Maria Vitória já se casou com outro homem e foi morar na Espanha. Apesar de Lucinda agir de forma errada, o ator não julga seu posicionamento. “Seja o mocinho ou o vilão, cada personagem defende seu ponto de vista com base no amor que sentem pelo o outro”, afirma o galã.

Assim como o mocinho, ainda muito jovem o ator saiu do Brasil devido a uma proposta de trabalho. Na época, Bruno era zagueiro profissional e foi convidado por Zico para tentar uma carreira no Japão, depois de passar pelos clubes de elite Flamengo e Botafogo. Em 2005, se mudou para a Itália depois de se decepcionar com a profissão. “Estava desiludido e resolvi fugir daquela realidade”, acrescentou o ator. Por ter cidadania italiana, se estabeleceu no país e começou a se dedicar a formação como ator, trabalhando como garçom, motorista e modelo para pagar as contas. Recebeu muitas oportunidades no ramo na moda e, até hoje, faz trabalhos para o ramo. “Não sei se farei algum trabalho como modelo no Brasil, mas vou avaliar as propostas conforme forem aparecendo. Nunca vou deixar esta minha carreira de lado, porque foi ela que me deu a oportunidade de estar onde cheguei”, agradeceu.

Bruno Cabrerizo é um caso raro. Não é muito comum um ator que tenha sido jogador profissional antes. Apesar disso, garantiu existir as duas versões de si mesmo dentro dele. “A minha avó tem um espírito circense. Trabalhou durante muito tempo em circos e eu ficava atrás do picadeiro vendo o trabalho dela. Nasceu, desde aquele momento, a vontade de atuar. No entanto, decidi ir para o esporte porque gostava muito e achei que me sairia melhor neste meio. Devo a minha formação como homem ao futebol: sou determinado, focado e regrado. Quando deixei a carreira de lado, decidi dar asas ao meu sonho de ator. O zagueiro virou o galã”, brincou o ator.

A ascensão de Bruno como ator chegou a partir do convite para participar da Dança dos Famosos italiana. Mesmo tendo terminado em terceiro, ele conseguiu o papel em uma novela e, mais tarde, como apresentador. Em 2014, enviou seu portfólio para uma agência portuguesa, o que trouxe mais duas novelas e um programa inteiramente dele. “Foi muito legal morar por quase três anos em Portugal porque foi a primeira vez, depois de tanto tempo, que pude trabalhar em português, minha língua mãe”, agradeceu. Atualmente, Bruno ainda está no ar em uma emissora portuguesa.

Fazer o papel principal de uma novela da Globo é o sonho de muitas pessoas, mas quanto a isso o ator está convicto de que fará um bom trabalho. Para ele, o maior presente é estar acompanhado de uma equipe maravilhosa como Alcides Nogueira, Jayme Monjardim, Letícia Sabatella e Tony Ramos. “Não tenho vaidade. A melhor coisa de chegar na Globo com 38 anos é ter uma maturidade grande e, por isso, não sou abalado por certas coisas. Sei exatamente qual é o peso de fazer um protagonista e não estou preocupado com isso.  Quero apenas fazer o meu trabalho direito, demonstrar que vim para o Brasil para trabalhar e sou capaz de enfrentar isto. Estou com os pés no chão”, comemorou. Ser protagonista traz a expectativa de ser o próximo galã brasileiro, um título que já ganhou no exterior. Bruno garantiu estar pronto para carregar qualquer título e lidar com os julgamentos. “As críticas virão no bom e no mau sentido, já as escutei antes e elas fazem parte do meu trabalho, do ambiente onde estou. Espero muito poder agradar a todos”, informou.

Tags: alcides nogueira, andreia horta, bruno cabrerizo, futebol, galã, italiana, jayme monjardim, jogador, letícia sabatella, novela, portuguesa, protagonista, tempo de amar, tony ramos, trama

Compartilhe: