Jornal do Brasil

Terça-feira, 24 de Outubro de 2017

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Minas Trend Inverno 2017 - Salão de Negócios: a bijoux da Ansata

Juliana Faleiros criou a nova coleção da grife com toda a Cali vibe do Coachella

Mais uma edição e, novamente, designers e compradores satisfeitos. Na 19ª edição do Minas Trend, que rolou na última semana em Belo Horizonte, cerca de três mil compradores de 15 países agitaram os corredores do Salão de Negócios da fashion week mineira e mostraram que com criatividade e talento é possível contornar as dificuldades econômicas.

Entre as 219 marcas de vestuários, calçados, bolsas e bijuterias que marcaram presença nos 72 mil metros do Expominas, o HT foi conhecer um pouco mais da história de cada uma e saber como estava a recepção das criações e, principalmente, das negociações. E, de fato, nossas conversas só comprovaram a euforia dos corredores: o otimismo voltou a acompanhar as transações.

Ansanta

Todo ano, por três dias, a Califórnia é invadida por músicas, alegria e muita moda no máximo do estilo hippie-chic. Inspirada no festival CoachellaJuliana Faleiros criou a nova coleção da grife Ansata com toda a Cali vibe que o evento possui. “A nossa coleção tem uma pegada hippie-chic que busca trazer a comodidade e a praticidade para a mulher. Ou seja, nossas pulseiras possuem fechos em imã e os colares são fáceis de colocar, por exemplo”, argumentou a empresária que se preocupa com o preço final de suas peças. “Eu acho que o sucesso desta nossa coleção foi a combinação de uma modelagem legal, com preços acessíveis, qualidade indiscutível e criações super antenadas”, completou.

Assim como o festival é sucesso nas redes sociais, Juliana também acredita nestas plataformas como o segredo de um bom negócio nos dias de hoje. Segundo a designer e empresária, atualmente, o contato pelo Instagram representa quase 70% da divulgação e faturamento da Ansata. “Hoje, se uma marca não está presente em uma rede social, mantendo uma relação próxima com seu cliente final, ela, praticamente, não existe. Nós recebemos visitas de várias clientes que nos conhecem e seguem o nosso trabalho pelo perfil do Instagram, por exemplo. No Snapchat, a troca é um pouco diferente. Por lá, eu mostro como usar nossas peças em diferentes looks e como funciona o dia-a-dia da nossa produção na fábrica. Eu acho que a internet, inversamente ao que se acredita, aproxima as pessoas”, opinou.

colunaheloisatolipan@gmail.com

Tags: Bolsas, Inverno, Salão, acessórios, belo horizonte, bijuterias, codeminas, confraria, economia, estandes, expominas, fiemg, heloisa tolipan, inverno 2017, minas trend, minas trend preview, moda, negociação, negócios, roupas, sapatos, tendências

Compartilhe: