Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

Prêmio da Música Brasileira mostra que a Brasil sabe fazer evento de primeira

As bodas de prata da cerimônia, no Theatro Municipal do Rio, foi pilotada por José Maurício Machline

25ª edição do Prêmio da Música Brasileira, realizada na noite de quarta-feira (14/5) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, celebrou a tradição e a história em uma cerimônia daquele tipo que deixa os brasileiros cheios de orgulho. Tendo o samba como grande homenageado da noite, o evento – impecável! – olhou para a linha do tempo e deu as mãos com medalhões cujas trajetórias se firmaram no passado, mas que continuam se fazendo presentes na cena nacional, quilômetros acima de lepo lepos e outras banalizações predispostas somente a arrancar tostões das massas. Entre apresentadores, números musicais e agraciados, a premiação orquestrada por José Maurício Machlinesubliminarmente fez questão de enfatizar que a nossa valiosa cultura suplanta a mediocridade reinante em vários segmentos da sociedade e quaisquer agruras da conjuntura atual, deixando claro que não faz sentido o desânimo geral do público, que mistura em um mesmo balaio o descrédito na classe política e a capacidade de o Brasil fazer acontecer um evento de primeira linha, como a Copa do Mundo. (CONTINUE LENDO AQUI E CONFIRA AS FOTOS)

colunaheloisatolipan@gmail.com

Tags: heloisa tolipan, jair rodrigues, josé mauricio machline, josé wilker, maria bethânia, prêmio da música brasileira, theatro municipal do rio, zeca pagodinho

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.