Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Heloisa Tolipan

www.heloisatolipan.com.br

'Programa da tarde' explora acidente de Miss Brasil 2010 para aumentar audiência

Com Pedro Willmersdorf 

Confira também o nosso blog.

Na semana passada, Ana Hickmann ficou distante do Programa da tarde por recomendações médicas, e coincidentemente (ou não), a audiência da atração despencou e chegou a ficar atrás da reprise da novela Gotinha de amor, do SBT, na disputa do Ibope. 

Nesta quarta-feira (26), na tentativa de alavancar a audiência, o Programa da tarde reuniu um time de mulheres envolvidas em dramas e polêmicas recentes: pelo segundo dia, entrevistou Catarina Migliorini, a catarinense que está leiloando a sua virgindade para participar de um documentário e explorou amplamente a história de Débora Lyra, a Miss Brasil 2010, que faz aniversário hoje e, há 9 meses, sofreu um grave acidente no Espírito Santo e correu o risco de ficar tetraplégica. Em números, o esforço não teve muito resultado e o Programa da Tarde teve média de 5 pontos de audiência, segundo dados prévios.

Débora Lyra, a Miss Brasil 2010, sonha em ser apresentadora de TV
Débora Lyra, a Miss Brasil 2010, sonha em ser apresentadora de TV

Durante toda a sua participação no palco, Débora falou sobre seu sonho em ser Miss Brasil, o curto namoro com Alexandre Pato e contou detalhes sobre o seu período de recuperação, sempre tentando se esquivar do tom triste que pudesse tomar conta do ambiente e do telespectador - até quando retornou ao local do acidente, na BR 101, e encontrou a equipe de paramédicos que a socorreu.

"Infelizmente, esse acidente é algo que eu jamais vou conseguir apagar da minha mente. É algo que eu vou precisar aprender a conviver. Atualmente, a única coisa que me faz lembrar do acidente com tristeza é a morte da mãe do meu ex-namorado. Nós éramos muito próximas, ela era uma segunda mãe para mim", contou Débora, ao lado dos pais e do atual namorado, que foram comemorar os 23 anos da moça no palco. 

"Quando recebi alta do hospital, fiquei um mês usando cadeira de rodas e precisava da ajuda da minha família para tudo. Precisei raspar um pouco do meu cabelo para fazer uma cirurgia, fiquei com uma cicatriz na barriga e outra no pescoço que me incomodaram muito logo assim que me recuperei, porque sempre fui muito vaidosa. Mas hoje, olho as minhas cicatrizes como se elas fossem troféus", celebrou Débora, que, atualmente, cursa administração e oratória e sonha em ser apresentadora de Tv. 

colunaheloisatolipan@gmail.com

Tags: acidente, alexandre pato, ana hickmann, apresentadora, audiência, britto jr., débora lyra, heloisa tolipan, miss brasil 2010, programa da tarde, record, TV

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.