Jornal do Brasil

Terça-feira, 17 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Esportes

'É um dos gols mais importantes' da história da Croácia, diz Perisic

Jornal do Brasil

"Foi um dos gols mais importantes (da história da Croácia) e nos ajudou a chegar à final", comemorou Ivan Perisic, após marcar o gol que levou à semifinal contra a Inglaterra para a prorrogação, nesta quarta-feira (11).

Escolhido o melhor jogador em campo na vitória da Croácia sobre a Inglaterra por 2 a 1, Perisic assegurou que "foi uma disputa muito difícil".

"Todos sabíamos o que estava em jogo e o que representa uma semifinal para um pequeno país como a Croácia", acrescentou em entrevista coletiva.

"Começamos devagar, mas demonstramos o nosso caráter, como havíamos feito nos dois jogos anteriores, nos quais começamos perdendo. Não costumávamos ser tão fortes mentalmente", admitiu o meia.

Perguntado sobre a semifinal que a Croácia perdeu para a França na Copa de 1998, Perisic, de 29 anos, explicou que "estava em Omis, minha cidade natal, apoiando a Croácia, com a minha camisa, e o único sonho que tinha era jogar pelo meu país e marcar um dos gols mais importantes para nos levar à final".

Sobre a final de domingo, Perisic avaliou que a "França é uma equipe fantástica".

"Será um jogo difícil. Mas ainda não terminamos o nosso trabalho na Rússia. Devemos nos preparar para a final", advertiu.

Mario Manzukic, autor do gol que deu a vitória aos croatas aos 109 minutos, assegurou que a vitória "é incrível".

"Acho que ainda não temos noção do que aconteceu. Não é que seja um milagre, mas alcançamos algo que apenas os grandes jogadores podem conseguir. Jogamos com o coração", acrescentou.

O capitão Luka Modric, por sua vez, declarou ao site da Fifa: "Jogamos muito bem esta noite. Foi uma pena não termos conseguido resolver o jogo antes, mas mostramos nossa qualidade, nosso caráter. Fomos melhor do que a Inglaterra e merecemos estar na final".

O presidente da Federação Croata, Davor Suker, um dos líderes da seleção semifinalista há 20 anos, admitiu que "depois de 1998 ninguém achava que isso voltaria a acontecer".

"Mas aconteceu, e quero agradecer aos meninos, ao técnico. É uma honra para os torcedores e para todos nós. É incrível: a Croácia está na final da Copa do Mundo da Fifa!", exclamou.

mcd/ma/cb

Agência AFP


Compartilhe: