Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Lopetegui chega ao Real e diz que viveu 'dia mais triste' desde a morte da mãe

Jornal do Brasil

Pivô da maior polêmica do futebol às vésperas da Copa do Mundo, o técnico Julen Lopetegui foi apresentado nesta quinta-feira no Real Madrid com um claro objetivo: virar a página de sua passagem pela seleção espanhola. Ele foi demitido pela federação de futebol do país a dois dias da estreia da equipe na Rússia, justamente por ter acertado sua ida para o clube madrilenho.

Lopetegui deixou evidente a chateação com a demissão da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), mas tratou de tentar olhar para o futuro. "Ontem (quarta-feira) foi o dia mais triste da minha vida desde a morte da minha mãe, mas hoje é o dia mais feliz da minha vida", afirmou em suas primeiras palavras como técnico do Real.

O surpreendente anúncio da demissão de Lopetegui foi uma resposta da entidade à decisão do treinador de romper seu contrato unilateralmente com a seleção ao fim do Mundial da Rússia para comandar o Real Madrid. O acerto entre o técnico e o clube espanhol, que perdeu Zinedine Zidane recentemente, foi feito na terça.

Presidente da RFEF, Luis Rubiales deixou claro que a causa da dispensa foi a decisão do treinador de negociar contrato com o Real Madrid sem avisar a entidade. A irritação foi ainda maior graças à renovação de contrato que a entidade havia acertado recentemente com o treinador, até a Eurocopa de 2020.

Se viu o sonho de comandar a seleção na Copa ser tirado dele, Lopetegui celebrou o futuro no Real. "Sinto-me capacitado para esta aventura e para gerir o grande patrimônio de jogadores que temos. O Real Madrid aspira ganhar tudo e me sinto parte da família do clube."

Até pela pressão à qual foi submetido nos últimos dias, Lopetegui se mostrou bastante emocionado na apresentação. "Espero não me emocionar muito. Primeiro, quero agradecer à confiança e à responsabilidade, que assumo com muito orgulho e força. Sei que esperam exigência máxima, e aqui vale tudo. Vamos tratar de dar o melhor de nós e lutar para estar à altura do clube", disse.

Lopetegui assinou contrato de três temporadas com o Real e chega com a responsabilidade de substituir ninguém menos que Zinedine Zidane. Em menos de três anos como técnico do time espanhol, o francês faturou três Ligas do Campeões consecutivas, dois Mundiais de Clubes, um Campeonato Espanhol, entre outros.

"Desde hoje, ele assume a responsabilidade de treinar uma equipe que é uma lenda. Hoje, regressa à sua casa depois de ter conseguido a classificação à Copa do Mundo de maneira brilhante com a seleção espanhola e sem conhecer uma derrota nas últimas 20 partidas. Hoje, é um dia de sentimentos opostos, porque tinha muito presente dois sonhos perfeitamente compatíveis: fazer a Espanha ser campeã do mundo e treinar seu querido Real Madrid", afirmou o presidente do clube, Florentino Pérez.

O dirigente ainda explicou como se deu a negociação com o treinador, que tanto irritou a RFEF. "O Real Madrid e Lopetegui alcançaram um acordo em apenas horas, no exercício da liberdade de ambas as partes e respeitando cláusulas e términos de contrato. Pensamos que deveria ser feito antes do Mundial como mostra de transparência. Não há precedentes no futebol em que um treinador de seleção, depois de chegar a um acordo com uma equipe, fosse considerado desleal. Nada mais longe da realidade."



Compartilhe: