Jornal do Brasil

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Em bateria com ondas fracas, Gabriel Medina usa da experiência e avança em Bali

Jornal do Brasil

Gabriel Medina e William Cardoso foram os únicos brasileiros que conseguiram garantir vaga na terceira fase na etapa de Bali, na Indonésia, do Circuito Mundial de Surfe. Filipe Toledo, Italo Ferreira, Miguel Pupo, Michael Rodrigues, Ian Gouveia e Jesse Mendes terão que disputar a repescagem.

A primeira fase, no entanto, não teve todas as baterias disputadas. A última delas, que teria a presença de Adriano de Souza e Yago Mora, foi adiada por conta das fracas ondas e deve acontecer ainda neste domingo.

Medina disputou uma bateria com poucas ondas e terminou com pontuação baixa. O brasileiro campeão do mundo soube usar de sua experiência para se manter com a prioridade nos últimos dez minutos. No final, avançou com 5,60 contra 2,97 do havaiano Barron Mamiya e 2,07 do brasileiro Tomas Hermes.

O outro brasileiro que se deu bem na estreia em Bali foi William Cardoso. Ele venceu sua bateria ao somar 7,84, deixando para trás o português Frederico Morais, com acumulou 6,44 e o australiano Wade Carmichael, 4,83.

Italo Ferreira abriu o dia de competições e foi superado pelo australiano Joel Parkinson por 27 décimos (10,37 a 10,10). Campeão da etapa de Bells Beach, o surfista do Rio Grande do Norte terá que disputar a segunda fase. O havaiano John John Florence atropelou os brasileiros Miguel Pupo e Michael Rodrigues ao somar 15,17. Pupo ficou na lanterna com 4,00 e Rodrigues somou 8,16.

Na sequência, Filipe Toledo protagonizou a bateria mais polêmica do dia. As ondas já estavam mais fracas até que entrou uma boa série nos minutos finais. O brasileiro, que vem de vitória na etapa de Saquarema, pegou talvez a melhor onda, mas recebeu uma nota de apenas 4,13. Com isso, o norte-americano Conner Coffin avançou com o somatório de 10,94 contra 9,46 de Filipe. O australiano Mikey Wright ficou em último com 5,84.

Ian Gouveia caiu na bateria diante de francês Jeremy Flores e o norte-americano Kolohe Andino. O brasileiro somou apenas 2,73. Flores avançou com 8,77. Jesse Mendes também ficou em terceiro em sua bateria com somatório de 10,40 contra 15,07 do norte-americano Griffin Colapinto.



Compartilhe: