Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Presidente do Vasco recua e revela que vai reintegrar jogadores punidos

Jornal do Brasil

Poucas horas após entrar em contato com a reportagem do Estado para negar que os jogadores Evander, Wellington, Gabriel Félix e Paulão haviam sido reintegrados, o Vasco, por meio do presidente Alexandre Campello, revelou que vai reincorporar os atletas ao elenco. O quarteto havia sido punido por conta de um post polêmico nas redes sociais.

Na última quinta-feira, o Estado publicou que o grupo de quatro jogadores havia sido reintegrado, o que chegou a ser negado pelo clube carioca, mas foi ratificado pelo próprio presidente nesta sexta.

"Eles serão reintegrados. Isso serve para que reflitam sobre o que está acontecendo. Quando ganha e joga bem, a torcida incentiva e, quando joga mal, a torcida cobra. É normal. O remédio não pode ser maior do que a doença. Só optei por eles voltarem antes ao Brasil para que a segurança deles não fosse colocada em risco", disse Campello, em entrevista ao canal Sportv.

A polêmica teve início na véspera da vitória contra a Universidad de Chile, por 2 a 0, em Santiago, pela Copa Libertadores. Na segunda-feira, Evander, Wellington, Gabriel Félix e Paulão postaram uma imagem nas redes sociais na qual aparecem acompanhados também por Rafael Galhardo, Erazo e Fabrício.

A foto foi ilustrada com a legenda: "Time escalado: uuuuuuuuuuuuuuu", em alusão às vaias que eles vêm sofrendo por parte dos torcedores vascaínos. A atitude gerou bastante repercussão e, por conta da provocação, os quatro jogadores foram vetados da partida.

O clube confirmou à reportagem do Estado, por meio de sua assessoria, na manhã desta sexta, que os atletas seguiam afastados da equipe que se prepara para enfrentar o Bahia, neste domingo, às 16 horas, em Salvador, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

À tarde, porém, o presidente anunciou que a punição ao quarteto seria encerrada. Porém, não confirmou quando isso acontecerá e nem informou se eles poderão reforçar a equipe na rodada do fim de semana.

"Os jogadores jogam numa equipe muito grande e os torcedores estão acostumados a grandes equipes, falei isso a eles. Diante de uma campanha que não era a esperada, fazer uma postagem dessa soou como deboche. Ouvi a todos e, até pela segurança dos jogadores, tomei a decisão de afastar os que postaram. É um tipo de atitude que botou em risco a integridade dos companheiros também", disse Campello, ao justificar a punição.



Compartilhe: