Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Grêmio sofre, mas vence Defensor e garante a liderança do Grupo A na Libertadores

Jornal do Brasil

O Grêmio sofreu para furar a retranca do Defensor e precisou encarar as vaias de seus poucos torcedores que foram à Arena em Porto Alegre na noite gelada desta quarta-feira. Mas em chute de fora da área de Luan aos 20 minutos do segundo tempo, o time tricolor garantiu a vitória por 1 a 0 sobre os uruguaios pela última rodada do Grupo A da Libertadores.

O resultado confirmou a equipe gaúcha na liderança da chave, com 14 pontos, e de quebra garantiu a segunda melhor campanha na classificação geral, atrás apenas do Palmeiras, que somou 16 pontos. Com isso, o time de Renato Gaúcho terá a vantagem de fazer os jogos de volta em casa, com exceção de um eventual duelo com o time alviverde.

O Cerro Porteño venceu o Monagas por 3 a 2, em casa, foi a 13 pontos e ficou com a outra vaga do Grupo A. O Defensor terminou em terceiro, com quatro pontos, e vai disputar a segunda fase da Copa Sul-Americana. Os venezuelanos, com três, fecharam a participação na lanterna do grupo.

O sorteio dos confrontos das oitavas de final da Libertadores ocorrerá no dia 4 de junho, na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai. O time tricolor volta a campo no próximo domingo para visitar o Ceará, fora de casa, no estádio do Castelão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO - O Grêmio começou a partida com maior posse de bola, mas quem assustou primeiro foi o Defensor. Aos sete, Cabrera arriscou da esquerda e Marcelo Grohe espalmou. No rebote, Waterman não conseguiu cabecear para o gol.

O time uruguaio armou uma retranca em que os comandados de Renato Gaúcho não conseguiam furar. Era uma linha de seis marcadores na entrada da grande área e mais três jogadores na intermediária para dar o primeiro combate. O Grêmio girava a bola de um lado para o outro, mas era desarmado antes do último passe para o gol.

A principal jogada de ataque do primeiro tempo veio somente aos 42 minutos. Léo Moura finalmente conseguiu ir à linha de fundo pelo lado direito e cruzou na segunda trave. Marcelo Oliveira se antecipou ao zagueiro e bateu meio torto, para fora.

O time tricolor desceu para o vestiário sob vaias dos poucos torcedores que encararam o frio de 12°C em Porto Alegre. A irritação era por conta da combinação de resultados, pois o Cerro Porteño vencia o Monagas por 1 a 0. Com isso, o Grêmio encerrava a primeira fase em segundo lugar do grupo.

Mas veio o segundo tempo e as coisas melhoraram. Luan e Ramiro cobraram falta com perigo. Os torcedores ainda passavam frio e criticavam a equipe, quando Léo Moura fez que ia para a linha de fundo pelo lado direito e rolou para Luan. O atacante dominou com liberdade avançou e mandou uma bomba de fora da área para abrir o marcador. Pronto, o Grêmio estava de volta na liderança da chave.

O Defensor precisou sair um pouco mais do campo de defesa. Mas como não tinha mais chances de classificação à próxima fase também não demonstrava muito vontade de buscar o empate. Para o Grêmio, a vitória magra bastava, então o time seguiu tocando a bola, e confirmou a quarta vitória em seis jogos pela fase de grupos.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 1 X 0 DEFENSOR

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira (Paulo Miranda); Maicon, Cícero, Ramiro, Maicosuel (Lima) e Luan; Thonny Anderson (Thadano). Técnico: Renato Gaúcho.

DEFENSOR - Matías Rodríguez; Correa, Carrera e Maulella; Suárez, Cardado, Rabuñal (López), Cabrera, Benavidez (Facundo Castro) e Cougo; Waterman (Rivero). Técnico: Eduardo Acevedo.

GOL - Luan, aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Nicolas Gallo (COL)

CARTÕES AMARELOS - Ramiro, Luan, Maicon e Bressan (Grêmio); Cougo, Suárez, Cabrera, Benavidez e Carrera (Defensor)

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS)



Compartilhe: