Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Após treinar, Neymar é liberado pelo PSG para retornar ao Brasil

Jornal do Brasil

Após participar do treinamento desta quinta-feira do Paris Saint-Germain no Estádio Parque dos Príncipes, o atacante Neymar foi liberado pelo clube francês para retornar ao Brasil, onde dará sequência ao processo de reabilitação para voltar a atuar depois de sofrer uma fratura no quinto metatarso do pé direito.

A liberação de Neymar ocorreu na sequência da sua participação "parcial" no treinamento desta quinta do PSG. Em vídeos divulgados pelo clube francês nas redes sociais, o atacante realizou leve corrida, fez exercícios com bola e obstáculos, além de participar de uma rodada de "bobinho", um trabalho de aquecimento com bola dos jogadores.

Como Neymar não possui condições de atuar pelo PSG no próximo sábado, quando o time encerrará a sua participação no Campeonato Francês, vencido antecipadamente pelo clube, em duelo contra o Caen, a equipe optou por liberar o atacante, em acordo com o departamento médico da seleção brasileira.

"Sua indisponibilidade para o jogo em Caen justifica que ele tenha sido autorizado a viajar para o Brasil hoje (quinta-feira) à noite para continuar seu programa de recuperação, como foi planejado com antecedência e organizado pelo departamento médico do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira", afirmou o PSG através de um comunicado oficial.

Neymar fraturou o quinto metatarso do pé direito em fevereiro, passou por uma cirurgia em março e perdeu o final da temporada do clube francês. Seu retorno aos treinos, porém, aumenta a expectativa de que ele chegará em bom ritmo à Copa do Mundo da Rússia.

Na segunda-feira, o atacante se apresentará na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), para iniciar a preparação visando a Copa do Mundo. O seu retorno aos gramados deve ocorrer em 3 de junho, no amistoso da seleção brasileira contra a Croácia, em Liverpool. No dia 10, em Viena, a equipe vai enfrentar a Áustria. Já a estreia no Mundial está marcada para 17 de junho, em Rostov, diante da Suíça.



Compartilhe: