Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Vencedor da maratona de Boston pensa em deixar o emprego para virar atleta profissional

Jornal do Brasil

Yuki Kawauchi, o funcionário de uma escola pública do Japão que venceu de modo brilhante a maratona de Boston - sem técnico ou patrocinador -, anunciou nesta quinta-feira a intenção de deixar o emprego formal para virar um profissional do atletismo.

Uma nova estrela em seu país, Kawauchi, de 31 anos, declarou à imprensa no aeroporto de Narita: "A partir de abril do próximo ano estou pensando em deixar de ser funcionário público e virar profissional. Quero usar o dinheiro do prêmio para conseguir fazer isto".

Kawauchi recebeu 150.000 dólares ao se tornar o primeiro japonês a vencer a maratona de Boston desde 1987, justamente o ano de seu nascimento.

Sua vitória surpreendeu a todos no dia mais frio das últimas 30 edições da prova, com chuva constante e fortes ventos.

Ao se tornar um profissional, o japonês espera competir com os melhores atletas do mundo e superar seu melhor tempo, de 2 horas, 8 minutos e 14 segundos, o que não conseguiu nos últimos cinco anos.

"A menos que mude algo no meu entorno, não serei capaz de melhorar minha marca. Como corredor japonês quero competir com os maiores talentos da maratona por todo o mundo", disse.

"Vi a bandeira do Japão no céu de Boston. Não há nada como isto. Estava muito feliz. Não tenho palavras para descrever como me senti", explicou.

O prêmio permitirá a Kawauchi concentrar-se nos treinos durante três ou quatro anos, afirmou o japonês, que tem um irmão profissional da maratona.

Mas Kawauchi se comprometeu a continuar na escola por pelo menos um ano, para celebrar o centenário do centro educacional em que trabalha.

Agência AFP


Compartilhe: