Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Dois meses após saída conturbada do Atlético-MG, Oswaldo assume time japonês

Jornal do Brasil

Pouco mais de dois meses depois de ser demitido do Atlético Mineiro após se envolver um polêmico episódio com um jornalista, o técnico Oswaldo de Oliveira foi oficialmente confirmado nesta quinta-feira como novo comandante do Urawa Reds, do Japão.

O treinador de 67 anos foi mandado embora pelo clube de Belo Horizonte no dia 9 de fevereiro, menos de 48 horas após exibir uma atitude intempestiva durante uma entrevista coletiva concedida logo depois de um jogo contra o Atlético Acreano, pela Copa do Brasil, em Rio Branco (AC).

Naquela ocasião, a sua equipe jogou mal, mas avançou à fase seguinte da competição com um empate por 1 a 1 com o modesto rival. Entretanto, o comandante se irritou com um questionamento feito a ele durante a conversa com os jornalistas e resolveu partir para cima do repórter Léo Gomide, da rádio Inconfidência.

Enfurecido, Oswaldo acusou o profissional de sempre fazer "perguntinhas mal-intencionadas" e pediu para que o mesmo não fosse "tendencioso" no exercício de sua profissão. O episódio acabou desgastando a imagem do técnico e, em um momento no qual a equipe atleticana não vinha jogando bem, ele foi demitido do cargo.

Desempregado desde então, Oswaldo agora retornará ao trabalho no futebol japonês, onde anteriormente dirigiu o Kashima Antlers entre 2007 e 2011. E o Urawa Reds confirmou nesta quinta-feira que o treinador estreará no comando da equipe na próxima quarta-feira, contra o Kashiwa Reysol, fora de casa, pelo Campeonato Japonês.

Em sua passagem trabalhando no futebol asiático, Oswaldo foi altamente vitorioso, pois conduziu o Kashima Antlers aos títulos nacionais de 2007, 2008 e 2009, assim como faturou a Supercopa Japonesa em 2009 e 2010, a Copa do Imperador em 2007 e 2010 e a Copa da Liga Japonesa em 2011.

Ao total, o técnico acumulou 89 vitórias, 44 empates e 37 derrotas em 170 partidas como treinador do Kashima. Agora no Urawa, ele chegará para substituir Takafumi Hori, demitido no início deste mês depois de amargar uma sequência de três derrotas e dois empates nos cinco primeiros jogos desta edição do Campeonato Japonês, no qual a equipe ocupa apenas o décimo lugar após oito partidas realizadas.



Compartilhe: