Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Flamengo perde chances contra Santa Fe e volta a empatar na Libertadores

Jornal do Brasil

Mais um jogo sem torcida, mais um empate para o Flamengo. Este foi o saldo do time carioca nestas primeiras rodadas do Grupo D da Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, num Maracanã vazio e silencioso, o Flamengo até saiu na frente do Independiente Santa Fe, mas cedeu o empate por 1 a 1. Henrique Dourado marcou o gol do time brasileiro.

Foi o típico empate com gosto de derrota porque a equipe carioca esteve melhor ao longo de toda a partida e desperdiçou uma série de chances no segundo tempo. A pressão foi intensa nos dois extremos do jogo, nos primeiros minutos e nos instantes finais do duelo, mas o adversário colombiano se defendeu bem nos momentos mais decisivos.

No começo, Henrique Dourado soube aproveitar vacilo do goleiro para abrir o placar. Mas o empate, com Morelo, veio ainda na etapa inicial. No segundo tempo, o Independiente Santa Fe pouco jogou no ataque e, à espera do time brasileiro, contou com a eficiência da zaga e de Zapata no gol.

Com o segundo tropeço nesta Libertadores, o Flamengo chegou aos cinco pontos. Segue na primeira posição do Grupo D, mas agora já está sob a ameaça do River Plate e do próprio Santa Fe, que tem agora três. O time argentino vai enfrentar o Emelec, nesta quinta, fora de casa.

O duelo desta quarta foi o segundo e último jogo do Flamengo sem a presença da torcida nesta Libertadores. O time brasileiro cumpriu suspensão por conta da confusão causada por seus torcedores na final da Copa Sul-Americana, no Maracanã, em dezembro do ano passado. O primeiro jogo da equipe com torcida na competição será contra o Emelec, no dia 16 de maio.

Henrique Dourado marcou o gol do Flamengo

O jogo

Mesmo sem o empurrão da torcida, o Flamengo foi para cima no começo do jogo e não tomou conhecimento do adversário colombiano. Logo aos 3 minutos, Paquetá tabelou com Diego, que quase abriu o placar. Na sequência, aos 7, o time carioca não desperdiçou. Após cobrança de escanteio na área, Henrique Dourado aproveitou vacilo do goleiro Zapata e se antecipou para escorar de cabeça para as redes.

Com amplo domínio, o Flamengo poderia deixar o gramado no intervalo com vantagem maior no marcador. Mas uma falha na defesa, algo recorrente nos últimos jogos, custou o empate. Foi aos 30 minutos, quando Plata disparou por entre os marcadores com facilidade e cruzou da direita. Morelo, sem marcação na pequena área, completou para as redes.

De volta para o segundo tempo, o Flamengo não conseguia imprimir o mesmo ritmo forte do início da partida. O técnico Maurício Barbieri, então, promoveu duas mudanças de uma só vez. Sacou Henrique Dourado e Éverton Ribeiro para as entradas de Lincoln e Willian Arão, respectivamente.

O objetivo do interino era dar novamente velocidade ao meio-campo rubro-negro. De quebra, tirou da partida dois dos jogadores menos produtivos da equipe na etapa. As mudanças deram certo e o Flamengo ganhou em agilidade no setor ofensivo. Não por acaso a bola começou a alcançar Vinicius Junior. Ele teve chance de anotar o segundo dos anfitriões, aos 12, aos 14 e aos 20.

E, quando a principal esperança de gols do time começava a levar perigo ao gol colombiano, Maurício Barbieri resolveu fazer outra alteração na equipe. Sacou o próprio Vinicius Junior e colocou Geuvânio na partida.

Sem Vinicius, o Flamengo seguiu levando perigo à defesa colombiana. Foram quatro grandes chances de gol em apenas um minuto. Aos 35, Réver e Lincoln desperdiçaram grande oportunidade na área, após falha do goleiro. Na sequência, em levantamento na área, Soto precisou salvar duas vezes em cima da linha para evitar o gol brasileiro.

A série de chances perdidas culminou em finalização perigosa de Diego, aos 42. O meia caprichou no chute pela esquerda, dentro da área, mas parou no goleiro Zapata.

O Flamengo volta a campo pela Libertadores já na próxima quarta-feira para enfrentar novamente o Independiente Santa Fe. Desta vez, o duelo será disputado em Bogotá.

Ficha técnica:

FLAMENGO 1 x 1 INDEPENDIENTE SANTA FE

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Éverton Ribeiro (Willian Arão), Diego e Vinicius Junior (Geuvânio); Henrique Dourado (Lincoln). Técnico Maurício Barbieri (interino).

INDEPENDIENTE SANTA FE - Róbinson Zapata; Carlos Arboleda (Giraldo), Javier López, William Tesillo e Gil Uribe; Yeison Gordillo, Baldomero Perlaza, Armando Vargas (Soto); Anderson Plata (Henao), Wilson Morelo e John Pajoy. Técnico: Agustín Julio (interino).

GOLS - Henrique Dourado, aos 7, e Morelo, aos 30 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Javier López, Cuéllar, Soto.

ÁRBITRO - Andrés Cunha (Fifa/Uruguai).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com os portões fechados.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).



Tags: empate, flamengo, futebol, libertadores, maracanã, santa fé

Compartilhe: