Jornal do Brasil

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Esportes

Ex-médico de ginastas dos EUA pega mais 125 anos de cadeia

Somadas, as sentenças contra Larry Nassar chegam a 360 anos

Agência ANSA

O ex-médico da seleção norte-americana de ginástica Larry Nassar, 54, foi condenado nesta segunda-feira (5) a até 125 anos de prisão por ter abusado sexualmente de 265 garotas. O período mínimo que ele terá de passar atrás das grades é de 40 anos.

Essa é a terceira condenação contra Nassar, sentenciado, em novembro, a 60 anos de cadeia por posse de material de pornografia infantil e, em janeiro, a até 175 anos por violência sexual contra 158 jovens, incluindo muitas menores de idade.

Essa é a terceira condenação contra Nassar
Essa é a terceira condenação contra Nassar

Nassar foi chefe do departamento médico da Federação de Ginástica dos EUA entre 1994 e 2016, período em que ocorreram os abusos. Uma de suas vítimas foi a ginasta Simone Biles, vencedora de quatro medalhas de ouro e uma de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Segundo as atletas abusadas por Nassar, os crimes aconteciam quando elas eram tratadas de lesões. Outras vítimas do médico foram Aly Raisman, Gabby Douglas, Jordyn Wieber e McKayla Maroney.

>> Simone Biles revela ter sido vítima de abuso sexual

Tags: abusos, eua, larry nassar, sexual, violência

Compartilhe: