Jornal do Brasil

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Esportes

Ex-técnico da Itália dá entrevista pela 1ª vez após demissão

Ventura afirmou que torcerá por sucessor na Azzurra

Agência ANSA

Após ser demitido da seleção italiana, o técnico Giampiero Ventura lamentou nesta sexta-feira (17) a eliminação da equipe, além de confirmar que irá torcer muito pelo seu sucessor no comando da Azzurra.    

"As derrotas, especialmente as mais dolorosas, não podem ser explicadas com uma verdade. Foram , e ainda são, dias difíceis e de profundo desgosto. Me sinto incompleto já que não consegui levar a Itália para a Copa do Mundo", disse Ventura à ANSA, tentando explicar a sua sensação após a eliminação para o Mundial de 2018, na Rússia, diante da Suécia.    

Para substituir Ventura, a seleção italiana aposta em diversos nomes, como Antonio Conte, Massimiliano Allegri e Roberto Mancini. Mas, no momento, o grande favorito ao cargo é Carlo Ancelotti, sem clube desde setembro.    

O ex-técnico da Azzurra comentou que irá apoiar o próximo treinador da Itália. "Serei o primeiro torcedor e espero que meu sucessor leve a Itália de volta onde ela merece", concluiu.    

Duramente criticado por atletas e dirigentes, Ventura, de 69 anos, chegou na seleção italiana em 2016, após cinco boas temporadas no Torino. No comando da Itália, o treinador conseguiu nove vitórias, quatro empates e três derrotas.

Tags: 2018, copa, eliminatórias, esporte, futebol, itália, rússia

Compartilhe: