Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Novembro de 2017

Esportes

Manchester City vence e abre cinco pontos de vantagem sobre rival United

Portal Terra

Com Gabriel Jesus no banco, o técnico Pep Guardiola promoveu o retorno de Kun Agüero ao comando do ataque do Manchester City diante do Burnley. O argentino voltou bem e abriu o caminho da vitória dos Citizens por 3 a 0 na manhã deste sábado no Etihad Stadium. Além do camisa 10, que agora é o maior artilheiro da história do Manchester City, Otamendi e Sané também deixaram a suas marcas.

Com o resultado, o City segue na liderança da competição com 25 pontos, cinco a mais que o seu rival de Manchester. Já o Burnley viu sua boa sequência de seis partidas sem derrotar ser terminada e segue com 14 pontos e pode perder posições no decorrer da rodada.

A próxima partida dos comandados de Guardiola acontece no próximo sábado, quando a equipe visita o West Bromwich. Já o Burnley procura sua recuperação diante do Newcastle.

O jogo - A expectativa de um jogo complicado se confirmou dentro de campo. Com a tradicional estratégia das equipes de Guardiola de ter muita posse de bola, os citizens não tinham vida fácil defensivamente. Apostando nos contra-ataques, a equipe visitante conseguiu incomodar Ederson.

Após um chutão do goleiro adversário, a bola acabou sobrando com Wood. O atacante passou por Otamendi e ficou cara a cara com Ederson. O goleiro brasileiro saiu bem do gol impedindo que o adversário abrisse o placar,

A resposta do City veio aos 22, quando Sané vence a disputa pela esquerda e rola para trás. A bola chega a Bernanardo Silva que chuta no meio do gol, exigindo boa defesa do goleiro adversário.

Cinco minutos mais tarde, De Bruyne ficou cara a cara com o goleiro e acabou acertando o rival, no rebote porém Bernardo Silva foi derrubado pelo arqueiro e o árbitro assinalou o pênalti. Kun Agüero cobrou bem no lado esquerdo fo goleiro para abrir o placar e se transformar no jogador com mais gols com a camisa do City, empatado com Eric Brook.

O gol não alterou a pressão que o Manchester City exercia sobre o seu adversário. No último lance da primeira etapa, Agüero recebeu boa no canto esquerdo da área e chutou cruzado para grande defesa de Pope. No rebote, Bernardo Silva arriscou um chute forte exigindo que o zagueiro Tarkowski se jogasse na bola.

No segundo tempo o Burnley buscou o ataque nos minutos inicias.No entanto, a equipe não conseguia transformar as trocas de passes próximos da área em chaces claras de gol.

Percebendo o avanço do rival, o City voltou para partida e retomou as ações no meio de campo. Aos 27 minutos, Agüero lançou Sané pela ponta esquerda. O jogador alemão cruzou, a zaga cortou mal e a bola sobrou para David Silva arriscar, exigindo uma nova boa defesa de Pope.

No escanteio originário desta jogada, Otamendi subiu mais que o seu marcador e cabeçou em direção ao chão. O defensor que cobria a trave esquerda ainda tentou cortar, porém a bola passou entre suas pernas.

No minuto seguinte ao gol, o City conseguiu ampliar ainda mais a vantagem. O meia De Bruyne fez um lindo lançamento para Leroy Sané. O alemão ficou cara a cara com o goleiro adversário e chutou no canto esquerdo do arqueiro.

O City seguiu pressionando porém sem a mesma intensidade nos minutos finais da partida. Guardiola promoveu a entrada de Gabriel Jesus, que chegou a ter uma chance clara de gol, que acabou sendo bem defendida por Pope.

United perde para Huddersfield

A rodada para o Manchester City teve outra boa notícia. Além de seus três pontos, o lado azul da cidade comemora o tropeço do Manchester United diante do Huddersfield. Jogando fora de casa, os Diabos Vermelhos acabaram sendo surpreendidos e foram derrotados por 2 a 1.

Em um primeiro tempo abaixo ofensivamente, o Manchester apresentou também problemas defensivos, principalmente com Lindelof. O zagueiro sérvio, que entrou no decorrer da partida devido a lesão de Phil Jones, acabou falhando nos dois gols do adversário anotados no primeiro tempo.

José Mourinho lançou sua equipe para frente na segunda etapa em busca de ao menos um ponto. No entanto a defesa do Huddersfield se mostrou sólida e cedeu poucas chances ao gigantes vermelhos. Aos 32 minutos, Rashford conseguiu diminuir, porém a equipe não conseguiu chegar ao empate.

Com o resultado, o United vê o City abrir cinco pontos de vantagem na briga pelo título inglês. Na próxima rodada, os Diabos Vermelhos recebem em sua casa o Tottenham, atual terceiro colocado da competição. Já o Huddersfield enfrenta o Liverpool, fora de casa.

Tags: arte, bola, campeonato, futebol, jogo, neymar, time

Compartilhe: