Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Outubro de 2017

Esportes

Agência norte-americana pede afastamento da Rússia da Olimpíada de 2018

Sputnik

O diretor da Agência Antidopagem dos Estados Unidos (USADA, sigla em inglês), Travis Tygart, em entrevista a The Guardian, afirmou que a Agência Mundial Antidopagem (WADA, sigla em inglês) tem de tomar uma posição mais severa quanto à participação da Rússia nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018.

Tygart apelou a que a WADA não seja afetada pela "pressão política" por parte do chefe do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, assim como por parte de Moscou.

"A WADA precisa agir do mesmo jeito como no Rio de Janeiro, e recomendar afastar a Rússia de participar dos Jogos Olímpicos de Inverno devido a sua institucionalização de uso de doping e permitir aos atletas da Rússia que provem estar 'limpos' competirem sob bandeira neutral", afirmou o diretor da agência.

A questão da participação da Rússia dos Jogos vai ser discutida durante a reunião da WADA em Paris. Anteriormente, o presidente da WADA, Craig Reedie, já tinha afirmado que os apelos à proibição total da participação da seleção russa dos Jogos Olímpicos de 2018 (foram 28 as agências antidopagem nacionais que pediram para fazê-lo) são "inúteis" e não contribuem para a resolução da situação.

>> Sputnik

Tags: esporte, guardian, internacional, jogos, olimpiadas, russia

Compartilhe: