Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Esportes

De volta à zona da degola, São Paulo faz contas para se livrar de vexame

Portal Terra

O empate por 1 a 1 com o Avaí, no último domingo, na Ressacada, recolocou o São Paulo na famigerada zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com mais 17 rodadas em disputa, o Tricolor faz as contas para se livrar do que seria o maior vexame de sua história.

O time treinado por Dorival Júnior iniciou o segundo turno na 17ª posição, com 19 pontos, dentro do bloco de descenso, do qual saiu após a emocionante vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, no Morumbi. Na sequência, porém, voltou ao 17º lugar, agora com 23 pontos, ao empatar em Florianópolis.

O time que terminou rebaixado com o melhor desempenho foi o Coritiba, que somou 45 pontos em 2009. Assim, o São Paulo visa atingir a marca dos 46, que jamais rebaixou uma equipe na história do Brasileirão de pontos corridos disputado por 20 clubes.

Para alcançá-la, são necessárias mais seis vitórias e cinco empates (ou sete vitórias e dois empates). Passadas 21 rodadas, o Tricolor contabiliza seis triunfos, cinco igualdades e dez derrotas.

Na avaliação de Hernanes, a ideia é somar quatro pontos a cada dois jogos. Nesse ritmo, o São Paulo faria 56 pontos, dez a mais que o necessário para escapar. Com essa pontuação, inclusive, o clube de Morumbi poderia alcançar um lugar no G6, que no ano passado foi complementado com o Atlético-PR, com 57.

"Temos de fazer uma análise geral e perceber que quatro pontos em dois jogos…Mas não tem mamata, né. Agora tem clássico contra o Palmeiras", disse o Profeta, após o duelo com o Avaí, referindo-se ao Choque-Rei do próximo domingo, no Palestra Itália. O elenco folga nesta segunda e retoma os trabalhos na terça-feira, no CCT da Barra Funda.

Tags: brasileiro, brasileirão, campeonato, futebol, paulo, são

Compartilhe: