Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Esportes

Polícia gaúcha reforçará segurança para depoimento de torcedora gremista

Portal Terra

O esperado depoimento da torcedora gremista Patrícia Moreira da Silva, a jovem que aparece nas imagens de TV cometendo injúrias raciais contra Aranha, goleiro do Santos, deve ocorrer na manhã desta quinta-feira, na 4ª Delegacia de Polícia, em Porto Alegre, com reforço policial por conta da repercussão que o caso teve. Ao todo, nove pessoas foram ou devem ser intimadas para prestar depoimento até a próxima sexta-feira.

Em virtude da repercussão do caso, Patrícia, segundo o advogado dela, Alexandre Rossato, teve que deixar a cidade. Segundo ele, ela só deve dar alguma declaração após prestar depoimento à polícia.

Nove pessoas já foram intimadas para prestar depoimentos, todos na condição de investigados. Só após a conclusão do inquérito, quando são feitos os indiciamentos, é que a polícia dirá quem será responsabilizado pelas injúrias raciais cometidas contra o goleiro Aranha.

Entre os que prestaram depoimento estava um dos líderes da torcida organizada Geral do Grêmio, Rodrigo Rysdyk, conhecido como Alemão, que também é conselheiro do clube, e Juliano Franczak, o Gaúcho da Geral, que é suplente do conselho deliberativo tricolor. Ambos já estiveram envolvidos em confusões ocorridas durante jogos gremistas.

Tags: aranha, Goleiro, Grêmio, Racismo, Santos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.