Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes

Advogado diz que jovem acusada de racismo se pronunciará após depoimento 

Portal Terra

O advogado que representa a torcedora gremista Patrícia Moreira da Silva flagrada proferindo injúrias racistas contra o goleiro Aranha, do Santos, disse, nesta terça-feira, que a jovem só deve se pronunciar publicamente sobre o que aconteceu após prestar depoimento à polícia na quinta-feira.

“Ela vai falar primeiro para a polícia civil, por uma questão de respeito ao inquérito policial, e só depois deve falar com a imprensa”, afirmou o advogado Alexandre Atanázio Rossato, que representa Patrícia. Segundo ele, em virtude da repercussão que o caso teve, sua cliente teve que deixar Porto Alegre.

Na segunda-feira, Patrícia teria feito contato com outro advogado Guilherme Rodrigues Abrão, que chegou a dar declarações em nome da jovem, mas que não aceitou representa-la. Ele é conselheiro do Grêmio.

Hoje, a polícia ouviu outros dois suspeitos de ofensas racistas contra o goleiro santista durante o jogo. Tiago Oliveira e Rodrigo Rychter foram identificados na imagens obtidas pela polícia.

Tiago disse que foi confundido com outra pessoa, “eu estava em outro setor”, o que vai ser averiguado pela polícia com base nos registros dos acessos feitos ao estádio, e Rodrigo negou ter ofendido o atleta ou fazer parte da torcida organizada Geral do Grêmio.

Tags: capital, gaucha, Goleiro, Racismo, Santos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.