Jornal do Brasil

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

Esportes

Gareca pede desculpas e diz que não queria deixar Palmeiras

Portal Terra

O técnico Ricardo Gareca se despediu do Palmeiras nesta segunda-feira e evitou uma saída pela porta dos fundos. Demitido diante de uma péssima sequência de resultados à frente do clube, o treinador deixou de carro a Academia de Futebol por volta das 16h15, junto ao seu auxiliar Sergio Santin, e não se esquivou de perguntas sobre o adeus prematuro.

Enquanto os seus ex-comandados treinavam para o jogo da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, Gareca desceu do carro, rumou em direção aos repórteres e explicou que gostaria de continuar no cargo. Mas disse entender a decisão da diretoria e pediu desculpas ao torcedor por não corresponder às expectativas.   

"Não queria sair, mas entendo a decisão da diretoria. Os resultados não vieram. Peço desculpas à torcida porque não foi possível fazer o que ela esperava", disse antes de voltar ao carro e  deixar de vez a Academia de Futebol. 

O treino do Palmeiras está sendo comandado pelo auxiliar Roberto Valentim, que já dirigiu o Palmeiras em sete jogos, todos no intervalo entre a saída de Gilson Kleina e a chegada de Gareca, que tinha contrato com o clube até junho de 2015. O argentino teve quatro vitórias, um empate e oito derrotas.

Tags: argentino, demissão, futebol, palmeiras, técnico

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.