Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Esportes

Polícia chama torcedora e novo suspeito de racismo a depor

Portal Terra

O racismo contra o goleiro do Santos, Aranha, teve um desdobramento neste sábado. Após o atleta registrar ocorrência em Porto Alegre, a jovem Patrícia Moreira e mais um torcedor foram intimados a prestar esclarecimentos sobre o caso. 

A torcedora foi previamente identificada graças a imagens do canal ESPN que mostram ela proferindo por duas vezes a palavra macaco em direção a Aranha. Patrícia Moreira foi atacada e apagou suas redes sociais, foi removida de seu emprego e ainda teve sua residência apedrejada

Apesar de não ter sido encontrada em sua residência, a jovem foi intimada a prestar esclarecimentos como suspeita. Diretor das delegacias regionais de Porto Alegre, o delegado Cléber Ferreira, afirmou que a polícia buscou pela jovem em sua casa, mas não obteve sucesso.

Cléber reiterou que é necessário o comparecimento dos identificados à quarta delegacia e também destacou a demora das imagens para apuração do acontecimento. "É para os dois comparecerem na segunda. O que está demorando um pouco é a chegada das imagens no estádio. Precisamos estar em posse do material para ouvir as pessoas", explicou o delegado, que não divulgou o nome do segundo torcedor identificado.

No entanto, o responsável pela investigação, Lindomar Souza, não acredita que a suspeita esteja foragida. Para o investigador a jovem se apresentará normalmente para prestar depoimento na segunda-feira.

"Ela deve ter se recolhido com familiares e provavelmente vai aparecer com advogado. Ela não está foragida, nada disso. Apenas envolvida numa suspeita de praticar um crime de injúria racial. Não acreditamos que possa fugir. Ela vai aparecer", disse o responsável pela investigação, Lindomar Souza em entrevista ao Zero Hora.

Após os incidentes, o Grêmio fez intervenções demonstrando não compactuar com as atitudes de sua torcida. O clube identificou dez torcedores envolvidos e excluiu duas pessoas de seu quadro de sócios.

Além disso, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acolheu o pedido da procuradoria de Justiça Desportiva e suspendeu a partida de volta entre Santos e Grêmio. O jogo será disputado somente após o julgamento do caso.

Tags: aranha, futebol, jogo, Racismo, Santos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.