Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Esportes

Instaurado inquérito para identificar torcedores que insultaram goleiro no RS

Agência Brasil

Os insultos de parte dos torcedores do Grêmio ao goleiro titular do Santos, Mário Lúcio Duarte Costa (conhecido como Aranha), durante jogo disputado  na quinta-feira (28), em Porto Alegre (RS), pela Copa do Brasil, viraram caso de polícia. A Polícia Civil do Rio Grande do Sul instaurou inquérito e agora tenta identificar todos os torcedores que xingaram o atleta e imitaram sons de macaco próximo ao gol. Ao menos uma gremista, filmada gritando a palavra “macaco”, já foi identificada.

“Há outros [torcedores] que poderão ser identificados com a ajuda de vídeos e de informações que forem fornecidas por outros torcedores que tenham presenciado o fato”, disse o diretor da Delegacia de Polícia Regional de Porto Alegre, Cléber Ferreira. Ele pede a colaboração,  das pessoas, por meio do Disque-Denúncia, no caso.

Os torcedores que forem identificados poderão responder pelo crime de injúria qualificada, que, quando praticada com base em elementos relacionados à raça, cor, etnia, religião, origem ou à condição de pessoa idosa ou com deficiência, pode ser punido com pena de um ano a três anos de reclusão e multa. O goleiro santista prestou depoimento, pela manhã, sobre o caso.

Episódios de racismo no futebol brasileiro têm sido registrados com frequência. Em março, o zagueiro do Internacional, Paulão, foi ofendido por um torcedor do Grêmio em jogo do campeonato estadual. O Grêmio foi punido com uma multa de R$ 80 mil. No mesmo mês, o volante Arouca, do Santos, foi xingado por torcedores do Mogi Mirim, durante um jogo do campeonato paulista. Em função da atitude de seus torcedores, o time do interior paulista recebeu uma multa de R$ 50 mil.

No dia 5 de março, o árbitro Márcio Chagas da Silva também foi vítima de racismo durante o jogo entre Esportivo de Bento Gonçalves e Veranópolis, pela Série A do campeonato gaúcho. Segundo o juiz, torcedores do Esportivo o xingaram durante a partida e, ao término da disputa, deixaram uma banana sobre seu carro. O Esportivo acabou punido, perdendo nove pontos no campeonato.

Tags: agressão, Brasileiro, futebol, Goleiro, racista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.