Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Esportes

Federação Italiana de Futebol arquiva processo contra presidente eleito 

Carlo Tavecchio foi acusado de racismo

Agência ANSA

O procurador federal da Federação Italiana de Futebol (Figc), Stefano Palazzi, arquivou nesta segunda-feira (25) o processo de racismo contra o presidente eleito da entidade, Carlo Tavecchio. Segundo Palazzi, a investigação "não encontrou evidências para uma ação disciplinar, tanto em termos objetivos como subjetivos".

A investigação começou no final do mês passado, após o dirigente afirmar em uma assembleia com seus pares que "a questão de acolher é uma coisa, do futebol é outra. A Inglaterra avalia os sujeitos que entram no país, se são profissionais para jogar. Nós, ao invés disso, chega um 'Opti Pobá', que antes comia bananas, e é titular da Lazio. E está tudo bem assim. Na Inglaterra, é preciso mostrar seu currículo e seu 'pedigree'".

Apesar de ter se livrado da investigação da Figc, Tavecchio poderá responder por ações na Fifa e também na Uefa. Ele foi eleito no dia 11 de agosto com mais de 60% dos votos dos delegados italianos. 

Tags: figc, futebol, italiano, presidente, Racismo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.