Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Esportes

São Paulo nega atraso de salário a Muricy apesar de dívidas

Portal Terra

O jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, publicou em sua coluna que o São Paulo deve três meses de salário ao técnico Muricy Ramalho. O clube, entretanto, nega a informação, apesar de admitir que vive momento difícil financeiramente. A alegação foi feita pelo presidente Carlos Miguel Aidar instantes antes do clássico contra o Santos, neste domingo, às 16h, no Estádio do Morumbi.

"Fico chocado com a maldade da notícia, com a fonte não revelada. Isto acontece em um momento em que o São Paulo está começando a crescer e vem uma noticia dessas para mexer com o ambiente", disse Aidar ao chegar à arena tricolor.

O dirigente ainda afirmou que confirmou com Muricy nos vestiários que os salários não estão atrasados. "Eu tinha certeza de que estava pago. Como eu não pude ir ao centro de treinamento nos últimos dias, fui tirar a dúvida. Por isso não vim falar antes aqui com vocês. Fiz essa pergunta, se procede a notícia da Veja. O Muricy negou", disse o cartola.

Aidar ainda reconheceu que o clube enfrenta problemas financeiros. O São Paulo não possui patrocínio máster em sua camisa desde o fim do contrato com a Semp Toshiba e perdeu receita com eliminações precoces no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil.

"O São Paulo tem um problema financeiro, mas não tem dívidas fiscais, e sim bancárias. Perdemos muitas receitas, do patrocínio máster, da venda de atletas que não fizemos, da desclassificação prematura no Campeonato Paulista, isso aumentou o déficit bancário. Mas isso não leva à linha do atraso de salários", explicou.

O presidente do São Paulo revelou que há a chance de que o time troque de fornecedor de uniformes - a Penalty é a atual responsável - e disse que o clube deve fechar o ano no vermelho. "Se não vencermos dois ou três jogadores por valores expressivos, vamos terminar o ano em déficit", afirmou Aidar.

Tags: atrasos, Brasileiro, Campeonato, SP, técnico

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.