Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Esportes

Kardec salva, São Paulo respira e aumenta jejum do Palmeiras

Portal Terra

O pior cenário possível se desenhou para o Palmeiras neste domingo. Mesmo diante da sua torcida, no ano do centenário, o time perdeu para o rival São Paulo com um gol cruel no final do jogo: Alan Kardec, jogador que saiu brigado do time alviverde, fez o gol decisivo na vitória por 2 a 1. Pior: 

o resultado pode mandar os palmeirenses para a zona de rebaixamento nesta rodada, enquanto o São Paulo se recuperou da eliminação na Copa do Brasil e manteve a ótima fase no Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras agora está sem vencer há nove jogos, com apenas 14 pontos. O técnico Ricardo Gareca ainda não conseguiu sequer uma vitória no Campeonato Brasileiro, vive sob intensa pressão e vai enfrentar o Sport fora de casa na próxima rodada. Já o São Paulo completou três jogos de invencibilidade e está em quinto lugar, com 26 pontos. O próximo desafio é um confronto direto contra o Internacional, vice-líder do Brasileiro.

O jogo começou com muita disposição dos times para marcar, mas o único que se destacava com a bola no pé era Valdívia. De volta ao Palmeiras, ele criou duas chances de gol, cobrou uma falta perigosa e fez Souza levar um cartão amarelo. Mas aos 13min ele sentiu dores na coxa, reclamou de tontura e foi substituído por Felipe Menezes.

Depois disso, a força de criação do Palmeiras acabou. O São Paulo avançou a marcação, ganhou o meio-campo, mas os jogadores da frente não pareciam inspirados. Kaká, Ganso, Pato e Kardec pouco fizeram e por isso o primeiro tempo acabou sem mais emoções.

O jogo só mudou no segundo tempo por causa de falhas nas duas defesas. Primeiro, aos 9min, o goleiro Fábio foi chutar para longe, mas deu a bola nos pés de Ganso, que tocou para Pato, sozinho, abrir o placar. Já a falha na defesa são-paulina foi menos gritante. Após boa jogada de Allione, Felipe Menezes chutou para o gol, e a bola desviou na mão de Edson Silva. O juiz apitou pênalti, que foi bem cobrado por Henrique.

Os gols deixaram o jogo aberto, já que os times abandonaram a defesa em busca da vitória. Kaká ficou de frente para Fábio, mas chutou para fora. Renato arriscou de longe, mas Ceni defendeu com dificuldades. 

Mas as melhores chances surgiram no final do jogo: aos 42min, Leandro foi lançado em posição de impedimento, tentou driblar Rogério Ceni, que conseguiu defender. O rebote sobrou para Leandro, que tocou bem para Henrique, mas ele finalizou de forma bizarra.

O gol decisivo saiu aos 44min, quando Álvaro Pereira acertou um ótimo cruzamento para Alan Kardec cabecear. A bola bateu na trave, nas costas de Fábio e entrou no gol, para delírio são-paulino e raiva dos palmeirenses, que certamente queriam ver Kardec no lugar de Henrique.

Tags: Campeonato Brasileiro, futebol, jejum, palmeiras, são paulo, Vitoria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.