Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Esportes

Jô explica sumiço: "problema com minha esposa e meu filho"

Portal Terra

Depois de desaparecer no início da semana, sem avisar o Atlético-MG para onde iria e faltar dos treinamentos ficando fora do jogo contra a Chapecoense, na última quarta-feira, o atacante Jô pediu desculpas aos torcedores do clube mineiro. Segundo o camisa 7, todos entenderam os argumentos para o problema e agora ele quer seguir sua vida no time.

“Hoje, graças a Deus, a cabeça está boa. Tive um problema particular com a minha esposa e o meu filho e fui para o Rio de Janeiro sem pedir permissão para a diretoria. A minha família é minha base e tomei um procedimento errado. Mas o Kalil e o Maluf entenderam. É claro que tem uma punição. Peço desculpas e também para a torcida. O Atlético-MG foi tudo na minha vida para dar a volta por cima. Já pedi desculpa a todos. Já está tudo certo com a minha família e agora é bola pra frente”, destacou.

Logo quando Jô desapareceu na segunda-feira, sem avisar nada ao Atlético-MG, o passado no Internacional foi recuperado. No clube do Sul, Jô foi afastado por indisciplina e foi anunciado pelo clube mineiro depois de dias. O atacante, entretanto, destaca que a situação é diferente.

“No Sul foi um erro totalmente diferente desse. A diretoria entendeu. Espero que todos entendam que foi algo particular. Não foi ato de indisciplina, diferente do Inter. Hoje em dia sou um homem diferente. Estou pronto para jogar e fazer gols”, observou.

Jô destaca ainda que após o sumiço não terá problemas com os outros jogadores do grupo e todos sabem de seu profissionalismo. “Eu me senti tranquilo. Os jogadores me conhecem e sabem que eu não sou de faltar em treino. Foi um problema um pouco grave. O Levir foi sincero comigo e disse que eu merecia a punição, mas que contaria comigo. Isso é o que mais me incomoda, até em mim. Com os jogadores foi tudo tranquilo. Os jogadores entenderam que se trata de um problema familiar”, confirmou.

Ao sumir muitas especulações sobre uma possível saída do jogador começaram, mas Jô disse que está com a cabeça no Atlético-MG. “Especulações existem e muitos falam em Borussia, Wolfsburg. Não há nada de oficial. Tenho contrato com o Atlético-MG e devo minha vida ao clube. Tive que pedir desculpa ao presidente e à torcida. Em nenhum momento quis abandonar o Atlético-MG. Se tiver alguma coisa em mãos, o Maluf e o Kalil vão resolver. Mas quero cumprir meu contrato até o final”, finalizou.

Tags: atacante, Brasileiro, futebol, Galo, retorno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.