Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes

Morre Julio Grondona, presidente da AFA, aos 82 anos

Portal Terra

O presidente da Associação de Futebol da Argentina (AFA), Julio Grondona, morreu no início da tarde desta quarta-feira, por volta das 12h50 (horário de Brasília). Aos 82 anos, Grondona havia sido internado horas antes em Buenos Aires mas não resisiu a uma insuficiência cardiorrespiratória.

O mandatário sentiu fortes dores no peito na noite de terça-feira, e foi submetido a exames para avaliar seu estado de saúde. Em um primeiro comunicado oficial, a AFA disse que o dirigente sofreu uma "ligeira indisposição" e, "por precaução, sua família o encaminhou a um hospital na capital, onde serpa avaliado". Posteriormente, a notícia da morte foi divulgada pela imprensa local, segundo a qual o dirigente morreu pouco antes de ser operado.

Grondona era o presidente da entidade que rege o futebol alviceleste desde 1979, quando foi nomeado pelo ditador e general Jorge Rafael Videla. Ele assumiu o cargo após a conquista do primeiro título mundial da seleção argentina, dentro de casa, e segue no principal cargo do esporte da Argentina desde então.

Durante este período, manteve-se mesmo com apenas uma Copa do Mundo conquistada (1986), oito greves de jogadores, três paralisações de árbitros e mais de 40 casos de doping de jogadores da equipe alviceleste. Além disto, o sul-americano era vice-presidente da Fifa, atualmente comandada pelo suíço Joseph Blatter.

Nos últimos meses, o dirigente voltou com força aos holofotes após o seu filho, Humberto Grondona, ter o seu nome envolvido no escândalo de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo de 2014. O argentino disse ter recebido vários ingressos e vendido esses bilhetes a um amigo que queria ver os jogos no Brasil.

Julio Grondona já havia passado por sérios problemas de saúde, principalmente depois da morte de sua mulher, Nélida, em 2012. Com doença intestinal, ele foi recomendado a passar por cirurgia, mas optou por outro método. Assim, usava uma bolsa excretora presa do lado direito de sua barriga desde então.

A AFA concederá entrevista coletiva ainda nesta quarta-feira em Ezeiza, região metropolitana de Buenos Aires. Originalmente, o evento estava marcado para comentar a respeito da saída do técnico Alejandro Sabella, que se desvinculou da seleção argentina. A tendência é que Luis Segura seja anunciado como novo presidente da entidade.

Tags: Argentina, dirigente, Fifa, ingresso, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.