Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Esportes

Kaká reestreia com gol, mas Goiás supera São Paulo em casa

Portal Terra

Onze anos. Desde o dia 9 de agosto de 2003, Kaká não vestia a camisa do São Paulo. Neste 27 de julho de 2014, o atleta que deixou o Morumbi como uma promessa, mas aos gritos de “pipoqueiro”, voltou ao time que o revelou para liderar uma possível caminhada ao título brasileiro. O primeiro passo, porém, foi frustrado. Em sua reestreia com a camisa tricolor, o camisa 8 balançou as redes, mas o Goiás usou do jogo aéreo para vencer o São Paulo por 2 a 1 em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Kaká foi titular e disputou todos os minutos da partida. Muito participativo, mostrou-se entrosado com seus novos companheiros de equipe e fez praticamente de tudo, principalmente no primeiro tempo. Cobrou faltas, escanteios, arriscou chutes de fora da área e até caneta aplicou no meio de campo. No segundo tempo, fez gol digno de um típico centroavante, mas a defesa de sua equipe já havia falhado duas vezes pelo alto, permitindo a Amaral e Bruno Mineiro anotarem os primeiros tentos da partida. 

O triunfo por 2 a 1 faz com que o time goiano suba aos 20 pontos, ultrapasse o rival deste domingo e alcance a sétima posição da competição nacional. Por sua vez, o São Paulo estaciona nos 19 tentos e, se tinha chances de encerrar a rodada na vice-liderança, cai para o oitavo posto. Já são nove pontos de desvantagem para o primeiro colocado, Cruzeiro.

Sem poder contar com os machucados Antonio Carlos e Denílson, Muricy Ramalho mandou a campo um São Paulo com Lucão na zaga – formando dupla com o reestreante Rafael Toloi – e Rodrigo Caio como volante. Do meio para frente, Ademílson foi acompanhado por astros: Kaká, Ganso e Alan Kardec formaram um setor ofensivo digno de fazer inveja a qualquer clube do Brasil.

Em seu primeiro toque na bola, aos 2min, Kaká tentou lançar Alan Kardec da meia esquerda, mas errou na força e mandou direto para a linha de fundo. Na sequência, já pelo lado direito, o oposto: arriscou um chute de fora da área, mas pegou fraco demais, e Renan não teve dificuldades para encaixar no meio do gol.

O São Paulo detinha o controle do jogo, mas pouco assustava. Apenas Kaká tentava alguma coisa. Assim, aos 43min, o time paulista foi castigado. Após cobrança de falta de David na meia direita, Amaral subiu sozinho dentro da área e cabeceou para o fundo das redes de Rogério Ceni, que, estático, pouco pôde fazer. Era o primeiro gol do Goiás nos últimos quatro jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro.

Na volta para o segundo tempo, Muricy Ramalho colocou Alexandre Pato no lugar de Ademílson, mas o São Paulo não teve nem tempo para reagir. Aos 3min, após cobrança de escanteio pelo lado direito, Rodrigo Caio tirou de cabeça para o alto, nem a defesa e nem Rogério Ceni se mexeram, e Amaral subiu para encontrar Bruno Mineiro livre na pequena área. Sem marcação, o atacante só cutucou de cabeça e fez 2 a 0.

Com desvantagem no placar, o São Paulo partiu para cima. Aos 9min, Ganso enfiou para Kardec, que bateu cruzado, mas Renan fez linda defesa. No rebote, Pato chutou mal e mandou para fora. Depois, o camisa 10 cobrou falta com categoria, mas a bola foi por cima da meta. Assim, restou a Kaká balançar as redes. Aos 31min, Pato tocou para o meio da área, e o camisa 8 aproveitou a desatenção e falha da zaga do Goiás para apenas tocar no canto esquerdo de Renan e correr para o abraço. Não foi suficiente, porém, para fazer o São Paulo somar pontos em seu retorno ao clube de infância. 

As duas equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo final de semana. Sábado, às 18h30 (de Brasília), o São Paulo recebe o Criciúma, no Morumbi. Já no domingo, também às 18h30, o Goiás vai ao Maracanã enfrentar o Fluminense. Antes disto, entretanto, o time tricolor entrará em campo pela terceira fase da Copa do Brasil, diante do Bragantino, quarta-feira, às 22h.

Tags: Brasileirão, futebol, Kaká, reestreia, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.