Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes

Rosberg leva pole em treino marcado por surpresas na Hungria

Portal Terra

O alemão Nico Rosberg conquistou neste sábado a pole position para o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1. Com o tempo de 1min22s715 no Q3, o alemão da Mercedes deixou para trás o tetracampeão Sebastian Vettel, segundo colocado com a Red Bull, em uma sessão marcada pelas surpresas desde o Q1.

Entre as zebras do grid de largada, as principais foram Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen, que ficaram ainda no Q1. O britânico da Mercedes viu seu carro pegar fogo ainda antes de uma volta cronometrada, largando apenas na 21ª posição. Já o finlandês da Ferrari não conseguiu ser competitivo e conquistou a 17ª posição.

No Q3, um princípio de chuva quase tirou da prova o próprio Nico Rosberg, que precisou controlar o carro na Curva 1 para não bater. O dinamarquês Kevin Magnussen não teve a mesma sorte e bateu nos pneus; como não registrou tempo, largará na décima colocação.

Felipe Massa, da Williams, teve seu melhor desempenho do fim de semana. Depois de andar em 10º nos dois primeiros treinos livres e em 11º no terceiro, o brasileiro reagiu e conquistou o sexto lugar, dividindo a terceira fila com o espanhol Fernando Alonso. À frente deles, estarão Valtteti Bottas (terceiro com a Williams) e Daniel Ricciardo (quarto com a Red Bull).

Agora, os pilotos voltam à pista para o Grande Prêmio da Hungria neste domingo. A largada está marcada para as 9h (horário de Brasília). 

O treino

O Q1 deste sábado começou com Pastor Maldonado, da Lotus, abandonando com problemas prematuros. Primeiro piloto a marcar uma volta, o japonês Kamui Kobayashi (Caterham) registrou 1min28s755. Na sequência, Jenson Button assumiu o topo da tabela de tempos com a marca de 1min16s913.

A principal surpresa do treino, porém, estava para vir: antes mesmo de registrar sua primeira volta cronometrada, Lewis Hamilton viu a traseira de seu carro pegar fogo. O britânico da Mercedes abandonou o Q1 prematuramente, e terá que largar no domingo sem tempo na 21ª posição, dividindo a última fila com Pastor Maldonado.

Neste momento, Felipe Massa era o líder da sessão, com 1min26s771. No entanto, Valtteri Bottas marcou 1min25s690 e assumiu a primeira posição. Depois, como esperado, Nico Rosberg pulou para primeiro, com 1min25s353, seguido de Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel. Porém, de surpresa, Jean-Eric Vergne baixou para 1min24s941 e assumiu a liderança.

Para encerrar as surpresas do treino, Jules Bianchi conquistou uma vaga no Q2 na última tentativa, conquistando o 16º lugar. Pior para Kimi Raikkonen, com 1min26s792, que ficou com o 17º lugar. Além dele, caíram na knock out zone: Kamui Kobayashi (18º), Max Chilton (19º), Marcus Ericsson (20º), Lewis Hamilton (21º) e Pastor Maldonado (22º).

No Q2, Valtteri Bottas registrou a melhor volta, com 1min24s001, com Massa em segundo. Mas logo Rosberg acabou com a brincadeira e marcou a melhor volta do fim de semana até então, marcando 1min23s310 e colocando 0s691 em cima do finlandês da Williams. Mais tarde, Vettel e Ricciardo também superaram Bottas.

Massa foi o quinto colocado do Q2, à frente de Alonso, Button, Magnussen, Vergne e Hulkenberg. Acabaram eliminado Daniil Kvyat (que rodou no fim), Adrian Sutil, Sergio Perez (que poupou pneus), Esteban Gutierrez, Romain Grosjean e Jules Bianchi.

O começo do Q3 foi marcado também pelo começo de uma chuva leve. Com apenas dois minutos, Rosberg escapou na Curva 1, mas evitou uma batida. Jenson Button vinha atrás e também segurou o carro. No entanto, Kevin Magnussen vinha na sequência, escapou e bateu nos pneus, provocando uma bandeira vermelha.

Com o tempo correndo, Bottas assumiu o primeiro lugar, com 1min24s259, à frente de Alonso (1min24s880) e Button (1min25s263). Porém, rapidamente perdeu a posição para Vettel (1min23s415) e depois para Rosberg (1min23s236). Massa fez sua primeira volta do Q3 ainda com o asfalto úmido, sem trilho, andando em 1min26s.

Na segunda tentativa, Massa marcou 1min24s223, subindo para o quarto lugar – superado depois por Alonso. Com o cronômetro zerado, Vettel tomou a primeira posição, marcando 1min23s201. Porém, na última tentativa, Rosberg deu o troco na compatriota e fez a melhor volta do fim de semana, 1min22s715, assegurando a pole.

Tags: carro, corrida, F1, Fogo, Hamilton, Hungria

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.