Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Esportes

Nuzman defende raia da Baía de Guanabara para evento-teste

Jornal do Brasil

Na próxima semana, o Rio recebe o primeiro evento-teste para os Jogos Olímpicos de 2016: uma competição de vela tem por objetivo avaliar as raias que serão utilizadas nas Olimpíadas, dentro de dois anos. O problema segue sendo a poluição do local, que pode atrapalhar a competição, mas o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, defendeu o projeto. “Muitos competidores internacionais que treinaram aqui já disseram que as raias estão em boas condições. Em Pequim, os problemas com as algas foram muito maiores do que os que temos aqui”.

A despoluição da Baía de Guanabara faz parte do projeto olímpico, mas está atrasada. O governo do Estado já disse que no máximo 80% do local estarão prontos até os Jogos Olímpicos, o que preocupa os atletas nacionais e internacionais. A competição-teste, que começa no dia 2 de agosto e vai até o dia 9 com cerca de 120 regatas, vai reunir atletas de 34 países e 215 barcos na Marina da Glória, sempre entre 12h e 17h.  

As classes em disputa serão 49er, Finn, Laser, 470 e RS:X no masculino; 49er, FX, Laser Radial, 470 e RS:X no feminino; e Nacra 17 na mista em cinco raias: Pão de Açúcar, Escola Naval, Ponte, Copacabana e Niterói. 

A equipe brasileira para a disputa vai ser apresentada no próximo dia 29, no Rio Iate Clube de Niterói.  Os brasileiros já vão poder disputar as provas com equipamentos dos mais modernos comprados pelo Comitê Olímpico Brasileiro já pensando nos Jogos Olímpicos de 2016. 

Tags: 2016, baía, jogos, olímpicos, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.