Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

Esportes

Ex-árbitro Armando Marques morre no Rio aos 84 anos

Portal Terra

O ex-árbitro de futebol Armando Marques morreu na madrugada da última quarta-feira, aos 84 anos, no hospital CER Leblon, no Rio de Janeiro. Ele foi internado na última terça em estado grave de insuficiência renal e não resistiu.

Carioca, Armando Nunes Castanheira da Rosa Marques foi um dos mais famosos e polêmicos árbitros do futebol brasileiro, e também presidiu a Comissão Nacional de Arbitragem entre 1997 e 2005 - deixou a entidade após o escândalo da "Máfia do Apito" no Campeonato Brasileiro daquele ano, quando o árbitro Edílson Pereira de Carvalho admitiu ter manipulado resultados.

Como árbitro, seu caso mais famoso aconteceu na final do Campeonato Paulista de 1973, quando ele errou a contagem dos pênaltis entre Santos e Portuguesa. O time alvinegro vencia a disputa por 2 a 0, mas a equipe rubro-verde ainda tinha possibilidade de empatar caso os santistas errassem suas duas últimas cobranças. Porém, Marques encerrou o jogo, e após uma grande confusão, o título acabou dividido entre os dois times.

Outras polêmicas de sua carreira incluem gols anulados: um de Leivinha, do Palmeiras, contra o São Paulo, no Campeonato Paulista de 1971; e outro de Zé Carlos, do Cruzeiro, na final do Campeonato Brasileiro de 1974, contra o Vasco. Armando Marques apitou nada menos que 12 finais de Brasileiro ao longo da carreira.

Tags: arbítrio, futebol, juíz, marques, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.