Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Esportes

Com show de Baier, Criciúma faz três no Fluminense e se reabilita

Portal Terra

Dois gols e uma assistência. Essa foi a noite desta quarta-feira de Paulo Baier no Estádio Heriberto Hülse, na vitória por 3 a 2 do Criciúma sobre o Fluminense. Na primeira partida das duas equipes desde a pausa para a Copa do Mundo, válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, o veterano camisa 10 foi decisivo e até protagonizou um pênalti incomum, ao tropeçar em si mesmo e provocar uma infração inexistente marcada pela arbitragem. Serginho fez o outro gol dos catarinenses, enquanto Conca e Matheus Carvalho descontaram para os cariocas.

Os comandados de Wagner Lopes se recuperaram da derrota sofrida na nona rodada para o Santos e foram aos 11 pontos, subindo para a 13ª colocação. Com o revés e a combinação de resultados da rodada, o clube carioca caiu para a quarta posição e segue com 16 pontos.

O Criciúma iniciou a partida com mais tempo com a bola nos pés, mas quem criou perigo primeiro foi o Fluminense. Aos 9min, Rafael Sobis desarmou Cortês em uma jogada polêmica pela ponta esquerda. O lateral caiu dentro da área e pediu pênalti, mas a arbitragem viu o toque preciso do atacante na bola e nada marcou.

Melhor no jogo, o Fluminense chegou perto de marcar o primeiro gol aos 21min. Conca lançou Carlinhos pela esquerda e Cícero apareceu para desviar de cabeça na área, no contrapé de Luiz, que não foi na bola. Atento ao lance, Escudero desviou sobre o gol e salvou o Criciúma.

Apostando nos contra-ataques, o Criciúma conseguiu sair na frente no marcador aos 40min, quando Paulo Baier recebeu dentro da área e tentou se ajeitar para bater, mas acabou tropeçando no próprio pé. A arbitragem decidiu assinalar o inexistente pênalti, apesar do assistente atrás do gol ter visão limpa do que aconteceu. Na cobrança, o camisa 10 encheu o pé no meio do gol e estufou as redes de Diego Cavalieri.

Depois de ir para o vestiário com a vantagem, os anfitriões mantiveram a postura cautelosa da primeira etapa e foram recompensados em um contragolpe aos 13min. Partindo pela direita, Bruno Lopes tabelou com Paulo Baier, que finalizou para defesa de Diego Cavalieri. O rebote sobrou para o atacante, que parou novamente no goleiro do Fluminense. Oportunista, o camisa 10 ficou com a sobra e só teve o trabalho de empurrar para o gol para ampliar a distância no placar.

Oito minutos depois, os catarinenses praticamente selaram a vitória em uma jogada de bola parada. Paulo Baier foi o encarregado pela cobrança de falta precisa que saiu do lado direito da área na medida para Serginho cabecear sem chances para Diego Cavalieri.

Conca diminuiu em uma bela jogada individual aos 38min, quando dominou com categoria lançamento de Wagner, girou para cima da marcação na marca do pênalti e bateu à direita de Luiz. Empolgado, o clube carioca fez o segundo no ataque e minuto seguintes, em cabeçada precisa de Matheus Carvalho após difícil cruzamento de Bruno.

Na 11ª rodada, o Fluminense recebe o Santos no Estádio Raulino de Oliveira, enquanto o Criciúma vai até a Arena da Baixada encarar o Atlético-PR.

Tags: Campeonato Brasileiro, derrota, Fluminense, jogo, partida

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.