Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Esportes

CBF anuncia Rinaldi como coordenador de todos os times da Seleção Brasileira

Decisão foi anunciada por Marin em coletiva; Gallo será o novo coordenador técnico

Jornal do Brasil

A CBF anunciou nesta quinta-feira (17) o ex-jogador Gilmar Rinaldi como sendo a pessoa que vai coordenar todas a Seleção Brasileira, após a saída de Felipão e Parreira, além das seleções de base. O anúncio foi feito por José Maria Marin durante a coletiva realizada na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O nome revelado para o cargo de coordenador técnico foi o de Alexandre Gallo. A expectativa agora segue acerca do nome do futuro técnico da seleção, ainda não revelado.

A escolha reflete a preferência dos comandantes da CBF, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, que deixaram claro o desejo de contratar um treinador que soubesse desenvolver o trabalho com a seleção a longo prazo, visando o mundial de 2018, na Rússia. Gallo era o atual técnico do time sub-20 e coordenador de outras categorias de base.

Gilmar Rinaldi, após se aposentar em 1999, atuou como superintendente de futebol do clube de futebol carioca Flamengo. Após deixar de exercer a função, passou a trabalhar sendo empresário de jogadores. Como jogador, Gilmar foi campeão mundial em 1994 e campeão brasileiro pelos times Flamengo, Internacional e São Paulo. 

Durante a coletiva, Marin chegou a dizer que após a Copa do Mundo, acompanhando o noticiário da Seleção, chegou a conclusão que seria fundamental ter cuidado com as categorias de base. De acordo com ele, nos últimos dezoito meses o futebol brasileiro vem passando por uma reforma e a CBF convidou Alexandre Gallo visando o trabalho a longo prazo.

Após o anúncio, Gallo afirmou na coletiva que irá mostrar o que está sendo feito desde primeiro de fevereiro de 2013, quando assumiu como técnico do time sub-20 e coordenador de outras categorias de base. Segundo ele, a ideia foi reformular as categorias sub-15, sub-17 e sub-20 com profissionais capacitados.

Gallo afirmou ainda que não quer mais perder atletas cedo para países do exterior. Segundo ele, a partir de agora, todo atleta convocado pela seleção brasileira receberá um curso de inglês online de um patrocinador da Seleção. A ideia envolveria ainda levar os atletas aos museus para que pudessem conhecer mais da história da Seleção.



Tags: alexandre gallo, copa do mundo 2018, gilmar rinaldi, josé maria marin, marco polo del nero, rússia, seleção brasileira

Compartilhe: