Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Esportes

Federação alemã pede desculpas a argentinos por provocação em Berlim

Agência Brasil

Depois da polêmica em torno da dança de comemoração da seleção alemã pela conquista do tetracampeonato na Copa do Mundo, a Federação Alemã de Futebol pediu desculpas a quem se sentiu ofendido e disse que os jogadores não tinham a intenção de desrespeitar os argentinos. Em nota, o presidente da entidade, Wolfgang Niersbach, disse que a manifestação surgiu espontaneamente entre os jogadores.

Em um palco montado no Portão de Brandemburgo durante a festa de boas-vindas à seleção campeã do mundo, os jogadores Götze, Klose, Kroos, André Schürrle, Shkodran Mustafi e Roman Weidenfeller,  fizeram ontem (15)  uma coreografia na qual, curvados e simulando tristeza, diziam “os gaúchos caminham assim”, em seguida,  erguidos, diziam “os alemães caminham assim”. Gaúcho é como são chamados os moradores dos Pampas, que abrangem Argentina, Uruguai e parte do Sul do Brasil.

Niersbach disse que tem muito respeito pela Argentina e boas relações com a federação de futebol do país. O presidente  da entidade alemã disse ainda que os jogadores são "justos no esporte" e só quiseram comemorar com os torcedores. Mais de 500 mil pessoas recepcionaram a equipe alemã no Portão de Brandemburgo com uma grande festa.

Boa parte das imprensas alemã e argentina criticou os jogadores pela atitude. Os alemães disseram tratar-se de desrespeito, e chegaram a chamar de “gol contra” a comemoração. Já os argentinos trataram como zombaria e repercutiram o descontentamento da imprensa alemã com a atitude. Nas redes sociais, muitos argentinos alegaram que houve racismo, porque, segundo eles, o andar curvado na dança fazia referência ao movimento de macacos.  

Tags: alemã, Argentina, dança, festa, Racismo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.